Série de palestras A COLETA SELETIVA EM REDES DE COOPERATIVAS POR SERGIO ABUCATER

Palestra:

A coleta seletiva em redes de cooperativas

 ???????????????????????????????

FRANCISCO SÉRGIO ABUCATER LIMA
Formado em administração de empresas, Trabalha como analista técnico responsável pelo núcleo intersetorial de cooperativas técnicas, Responsável pela análise, acompanhamento e aprovação dos planos municipais de saneamento básico, Apoia a gestão de serviços de saneamento básico e as associações de cooperativas de catadores de materiais recicláveis, Servidor de carreira da FUNASA desde 1983 com atuação em todas as áreas administrativas e técnicas. Foi o responsável pela construção e administração da estação de tratamento de água de Ituiutaba.

Abucater abre sua palestra ressaltando os pontos relevantes das palestras anteriores, como a extinção da palavra lixo no texto da lei 12.305/2010, que regulamenta a POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Em leis e decretos não se trata mais de Lixo e sim de Resíduos ou Rejeitos. Desta forma Lixo Zero marca esta questão e contribui para uma nova visão em Ituiutaba.

Para Abucater, a parceria da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero com a Copercicla evidencia papel importante que cada ator tem no processo de participação e comprometimento para o alcance do Lixo Zero. Ele lembra que, com o crescimento populacional e o aumento da renda, a quantidade de resíduo gerado também se eleva.

A Fundação Nacional de Saúde – FUNASA

Vinculada ao Ministério da Saúde, que financia projetos de saneamento básico para municípios de até 50 mil habitantes, a FUNASA faz parte do Cata-forte 3 desde 2013.

O Cata-forte é um programa instituído em 2010, por decreto federal, resultante de um encontro do Governo Federal e catadores do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis. O Cata-forte conta com um corpo técnico a fim de acompanhar e verificar a efetividade e aplicação do recurso, qualidade do gasto, dentre outros.

A FUNASA atua neste setor, com o financiamento, construção e ampliação de galpões, dentre outros benefícios. Aliás, os empreendimentos solidários são foco da FUNASA. Já foram 150 empreendimentos solidários no país e a meta é  atingir 200 filiados até o final de 2014. “Temos que pensar em todo o país, a melhoria de vida envolve a população toda”. Em 2014  a FUNASA atenderá cinco redes, com 75 instituições beneficiadas e valor de quase cinco milhões de reais. O objetivo é maximizar a distribuição de recursos.

AS REDES DE COOPERATIVAS

O objetivo do governo com a criação das redes de cooperativas é a melhoria da educação ambiental (cadeia de separação dos resíduos na fonte geradora) e comercialização (as cooperativas ainda dependem do intermediário) pois esses são os dois pontos vulneráveis na cadeia dos recicláveis: fase inicial e comercialização.

Os números da Copercicla, mesmo estando instalada há 10 anos, nos mostram que a quantidade de rejeito enviada ainda é grande, decorrente da dificuldade do usuário em fazer a separação do resíduo seco e úmido.

O Governo Federal e a FUNASA acreditam que a rede de cooperativas possibilitará maior escala, acessos a financiamentos e, através do Pró-Catador, a inclusão de cooperativas  na cadeia econômica visando a auto-sustentabilidade operacional, administrativa e financeira.

As redes de cooperativas, conforme a implantação da logística reversa e o desempenho dos fabricantes,verificarão as cooperativas potenciais à se especializar em determinados equipamentos (ex.eletrônicos) e debaterão sobre questões como o cartel de comercialização dos materiais.

A intenção da criação da rede de cooperativas no Pontal já existe e, com ela, a Copercicla se tornará referência para a região.

Com a criação da rede de cooperativas e a parceria com a Copercicla, haverá o fortalecimento das redes, a setorialização (dependendo do porte da rede) e a troca de know-how (conhecimento relacionado a execução de algo).

“A Copercicla será como um exemplo de trabalho para as outras cooperativas da região”  sua experiência servirá de inspiração para capacitação de setores e lideranças, o trabalho na cadeia de negócios (conhecimento de custo), nivelamento de estruturas, compartilhamento de redes (envolvimento com outros municípios).

Post escrito por  Emmeline Aparecida Silva Severino, Pós-graduanda do Curso Latu Sensu de Ciências Ambientais, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro/ Câmpus Ituiutaba

Foto: Ricardo Henrique da Silva Gomes, Graduando 5° Período de Publicidade e Propaganda, Faculdade Triangulo Mineiro FTM, Bolsista da FAPEMING

Anúncios

Preparação para o Fórum Setorial Lâmpadas, Pilhas e Baterias

DecifrandoalogAsticareversa

Disponibilizamos os links das normas legais que serão apresentadas no Fórum Setorial Lâmpadas, Pilhas e Baterias.

Política Nacional de Resíduos Sólidos, 12.305/2010 – Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. 

 

RESOLUÇÃO CONAMA n° 401, de 4 de novembro de 2008 – Estabelece os limites máximos de chumbo, cádmio e mercúrio para pilhas e baterias comercializadas no território nacional e os critérios e padrões para o seu gerenciamento ambientalmente adequado, e dá outras providências.

Deliberação Normativa Copam nº. 188, de 30 de outubro de 2013 – Estabelece diretrizes gerais e prazos para publicação dos editais de chamamento público de propostas de modelagem de sistemas de logística reversa no Estado de Minas Gerais.

 

FÓRUM SETORIAL LÂMPADAS, PILHAS E BATERIAS

pilhas e baterias(1) LAMPADAS

Amanhã, quarta-feira, dia 30 de abril, às 13h, a UNOPAR abre suas portas para o Fórum Setorial de Lâmpadas, Pilhas e Baterias da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

Os parceiros da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero e seus convidados terão a oportunidade de conhecer e tirar dúvidas sobre a legislação acerca da produção, comercialização e destinação ambientalmente adequada das lâmpadas, pilhas e baterias.

Esse Fórum Setorial reserva uma grande oportunidade para o poder público, o setor privado e a comunidade conhecerem como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, 12.305/2010 , a RESOLUÇÃO CONAMA n° 401,  e a Deliberação Normativa Copam nº. 188 tratam a logística reversa para as lâmpadas, pilhas e baterias.

Os Fóruns Setoriais da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, objetivam, após a apresentação da legislação específica,  o levantamento das dificuldades enfrentadas pelos produtores, comerciantes, consumidores e poder público.

Uma vez levantadas as dificuldades, os participantes do Fórum se voltam para a busca de soluções em conjunto, contando com uma postura pró-ativa e colaborativa.

Interessados, enviar um email para lixozeroitba@gmail.com

 

FÓRUM SETORIAL LÂMPADAS, PILHAS E BATERIAS

convitefslampadaspilhasebaterias

Fórum Setorial oleos lubrificantes e pneus Legislação e apresentações

foto3
A estrutura dos Fóruns Setoriais permite uma breve apresentação da legislação que rege o setor, começando pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, lei 12.305/201º e discorrendo sobre as resoluções do Conama, Lei Estadual, Leis Municipais, Portarias e Resoluções referentes ao tema.

Disponibilizamos aqui a legislação apresentada e as apresentações feitas por Humberto Minéu e Alice Drummond.

Acesse aqui a apresentação de Humberto Minéu, responsável por apresentar os itens acima.

Acesse aqui a apresentação de  Alice Drummond, responsável por apresentar os itens acima.

MÍDIA G1.GLOBO/ TV INTEGRAÇÃO/ITUIUTABA – Fórum Setorial Óleos Lubrificantes e Pneus

http://globotv.globo.com/tv-integracao-triangulo-mineiro/bom-dia-minas-tv-integracao/v/ituiutaba-recebe-forum-setorial-do-programa-lixo-zero/3301286/

 

 

Lavar ou não Lavar os resíduos para a coleta seletiva?

cropped-alicegalo4.jpg

A coluna  “Plataforma Ituiutaba Lixo Zero no  Jornal do Pontal” de ontem, esclarece aquelas dúvidas comum a tantos de nós, sobre lavar ou não lavar os resíduos para a coleta seletiva.

Acesse aqui, tire suas dúvidas e faça o seu melhor: Coluna PILZ no Jornal do Pontal – Lavar ou não Lavar os resíduos para a coleta seletiva?

 

 

Arte e utilidade – o Reaproveitamento de pneus

poltronaperfil2

Você já viu móveis feitos de pneus!?

Pois é isso mesmo que o Lucio faz.

Dono de uma borracharia em Ituiutaba há mais de 16 anos, há 6 ele teve a “iluminação”…a inspiração de transformar pneus usados, que seriam destinados à reciclagem, em poltronas, vasos de flores e mesinhas de centro. Tudo de muito bom gosto.

A atividade mudou sua vida, tanto do ponto de vista econômico quanto do ponto de vista emocional, além das percepções ambientais ligadas à atividade.

A renda familiar teve um incremento com a venda dos móveis, levando a família a ter uma qualidade de vida melhor, se comparada apenas com os rendimentos da borracharia que comanda.

Do ponto de vista emocional, social, cultural, recreativo e artístico a atividade trouxe ganhos consideráveis a Lucio e Nelita, sua esposa. Por se tratar de uma atividade artística, uma vez que não depende de regras e modelos pré-definidos, a autonomia e a responsabilidade são o que os impulsionam a produzir sempre e melhor.

A parceria entre Lucio e Nelita se traduz nos belos enfeites de flores em vasos de pneus. Lucio presenteia Nelita com os vasos produzidos por ele, e ela por sua vez, presenteia amigas, família e pessoas queridas com os “vasos floridos” com os arranjos que ela mesma prepara. Segundo Nelita, essa ocupação a tirou da depressão e a mantém firme atualmente, trazendo esperança e alegria a vida do casal.

Os ganhos ambientais são concretos, uma vez que o volume de resíduos diminui significativamente em função do reaproveitamento dos pneus. Os móveis confeccionados por Lucio consistem em produtos de alta durabilidade e qualidade, contribuindo ainda mais para redução dos impactos ambientais decorrentes da má destinação dos pneus.

A necessidade momentânea de Lucio é encontrar formas de difundir seu trabalho, aumentar o numero de encomendas e possivelmente formar trabalhadores.

Está aí uma bela iniciativa que retrata muito bem o que é expresso no Artigo 9o da Política Nacional de Resíduos Sólidos (LEI 12.305): na gestão e gerenciamento de resíduos sólidos, deve ser observada a seguinte ordem de prioridade: não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos;

Quem quiser conhecer mais o trabalho de Lucio pode entrar em contato pelo telefone 34.32610580 ou pelo email: lucio.filho2009@hotmail.com. Sua borracharia fica na Av.14, nº 1400, no Centro de Ituiutaba.

lucio

vasos

poltronacima

 

poltronaperfil1

 

mesinha

mesinha com flor

produção1

produção2

producao3

 

PREPARAÇÃO II PARA O FÓRUM SETORIAL óleos lubrificantes e PNEUS

428640_642950822388999_5125927_n

 

No Fórum Setorial Óleos Lubrificantes e Pneus que acontece amanha, 24/04, às 13h na FIEMG,  os pneus juntamente aos óleos lubrificantes, serão objeto de atenção.

Disponibilizo, portanto, a RESOLUÇÃO No416, DE 30 DE SETEMBRO DE 2009 que dispõe sobre a prevenção à degradação ambiental causada por pneus inservíveis e sua destinação ambientalmente adequada, e dá outras providências.

Em dezembro passado a FEAM publicou o  EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO FEAM Nº 001/2013 –  Chamamento Público para apresentação de proposta de modelagem de sistema de logística reversa para pneus, abrangendo o Estado de Minas Gerais.

Interessante observar que:

O edital tem por finalidade chamar fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de pneus de todo o país para apresentarem ao Estado um modelo de logística reversa (…) As propostas apresentadas devem atender alguns requisitos como, por exemplo, assegurar o recebimento dos pneus após o uso pelos consumidores, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos e assegurar destinação adequada de pneus, respeitando sua classificação enquanto resíduo sólido, bem como destinação final adequada dos rejeitos; considerar a possibilidade de inclusão das entidades representativas dos segmentos envolvidos.”

 

Fonte: FEAM  – Fundação Estadual do Meio Ambiente –  executa e implanta políticas de preservação e proteção do meio ambiente relacionadas com a infra- estrutura e as atividades minerárias e industriais. Monitora a qualidade do ar, das águas e do solo onde são desenvolvidas estas atividades, promove a educação e a pesquisa ambiental, fiscaliza projetos e empresas, além de subsidiar o COPAM no licenciamento ambiental.

 

PREPARAÇÃO PARA O FÓRUM SETORIAL ÓLEOS LUBRIFICANTES E PNEUS

oleo3imagens

O Fórum Setorial Óleos Lubrificantes e Pneus é  destinado à logística reversa dos óleos lubrificantes e suas embalagens e dos pneus.

Para os interessados na discussão acerca dos óleos lubrificantes, disponibilizo abaixo dois link interessantes.

A Resolução do Conama nº 362, de 23 de junho de 2005, dispõe sobre o recolhimento, coleta e destinação final de óleo lubrificante usado ou contaminado.

Já o Acordo Setorial de embalagens plásticas de óleos lubrificantes foi foi o primeiro a ser assinado, em 28 de dezembro de 2012, conforme texto da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Sobre os Pneus, em breve informações.

Comentários são sempre bem vindos!