As possibilidades dos resíduos

 

lucio

A coluna PILZ no Jornal do Pontal, do dia 25.07.14,  traz o trabalho do Lúcio. Um trabalho incrível, que rende um produto lindo e que além de diminuir o montante de resíduos de sua atividade, gera renda à família.

Um show.  Convidamos todos vocês a acessar e conhecer um pouco mais.

 

Anúncios

Plataforma EducaRES: Educação Ambiental e Comunicação Social no Contexto da Política Nacional de Resíduos Sólidos. – Chamada Pública aberta

logo-plataforma_educares2

A coluna PILZ no Jornal do Pontal, da última sexta-feira, dia 18.07, fala sobre a ‘chamada pública’, aberta pelo MMA para a Plataforma EducaRES.

Ela visa a inscrição de ‘práticas do bem’, em educação ambiental e comunicação social, no âmbito da gestão de resíduos sólidos.

Inscreva sua iniciativa e faça parte do time de pessoas que ajudam a fazer a GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS, conforme a PNRS, a acontecer no Brasil.

É o que mais precisamos no momento, boas práticas, bons modelos, muita inspiração e força de vontade.

Boa sorte a todos nós!

Plataforma EducaRES do MMA abre chamada pública. Confira

Tendo em vista a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e sendo a educação ambiental um de seus instrumentos, o Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (SAIC) e seu Departamento de Educação Ambiental (DEA), resolve promover a presente Chamada Pública para Seleção EducaRES de Práticas de Referência em Educação Ambiental e Comunicação Social em Resíduos Sólidos, que criará uma base de dados de práticas existentes.

A plataforma virtual é parte integrante da EducaRES e consiste de uma infraestrutura tecnológica colaborativa e de código aberto para divulgar práticas em Educação Ambiental e Comunicação Social (EA e CS), no contexto da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Esse sistema oferece ao público o mapeamento georreferenciado das iniciativas brasileiras que se cadastram na plataforma, facilitando a visualização das práticas inspiradoras no território nacional. As iniciativas são classificadas quanto ao público que é abrangido por ela, qual(is) tipo(s) de resíduos são abordados e a sua localização. O objetivo é difundir as alternativas que cada segmento vem buscando para implementar essa nova legislação, melhorando a qualidade do ambiente, principalmente nos centros urbanos, mas também na área rural.

Com efeito, a realização desta Chamada Pública possibilitará a difusão de conhecimentos concernentes aos materiais e aos processos produtivos mais eficientes, menos impactantes ao meio ambiente, ao bem-estar da população e que utilizem de forma mais racional os recursos naturais. Esses resultados também se coadunam com a meta síntese do Plano de Ação para Produção e Consumo Sustentáveis, qual seja, aumentar significativamente o número de agentes que pratiquem a ecoeficiência, por meio do fornecimento de produtos e implementação de processos produtivos cada vez mais sustentáveis. Aliado a isto, espera-se que um número cada vez mais expressivo de instituições e cidadãos brasileiros de fato adiram à gestão integrada de resíduos sólidos, em bases verificáveis (quantitativas e qualitativas), uma das características que a plataforma EducaRES oferece.

A realização da seleção de práticas irá ainda concentrar em um único ambiente virtual do Ministério Meio Ambiente, práticas da educação ambiental não formal relevantes e inspiradoras, facilitando o acesso de todos às informações, numa linguagem de fácil entendimento, visualização e consulta, bem como promover a difusão de conhecimento técnico e prático de materiais e processos de EA e CS em resíduos sólidos que contribuam para a sustentabilidade ambiental, social e econômica, e também promover o compartilhamento de conhecimentos entre entidades em situações similares, por meio da divulgação de projetos educativos e de comunicação que potencialmente melhorem a gestão de resíduos sólidos nos seus diversos contextos tipológicos e atores sociais.
O edital completo está disponível no seguinte endereço: http://educares.mma.gov.br/index.php/main

Capannori na Itália…Como e, em quê, ela nos inspira?

coluna pilz 11.07

Os bons exemplos inspiram mais que os maus, não é mesmo?

Sim,  temos milhões de cidades no mundo que não dão a mínima para a gestão de resíduos sólidos. Essas cidades acabam perdendo oportunidades econômicas e sociais e fatalmente comprometem a saúde da população e o meio ambiente.

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero sugere o aprendizado e a tomada de decisão por meio de inspiração por boas práticas e exemplos que nos mostram a capacidade de mudança e de reversão de um ‘problema’ em solução.

Por esse motivo a coluna PILZ no Jornal do Pontal, do dia 11 de junho de 2014, traz o exemplo de Capannori, Itália.

Acesse e fique sabendo como essa cidade da Itália tem um indíce de 90% de separação dos resíduos sólidos na fonte, entre outros exemplos imprescindíveis para uma gestão de resíduos em direção ao Lixo Zero.

 

 

Hora de agir: CONSULTAS PÚBLICAS para os acordos setoriais para EMBALAGENS EM GERAL e LÂMPADAS

A Coluna PILZ no Jornal do Pontal de hoje, 03/07/14, nos mostra a demanda da sociedade por uma gestão INTEGRADA de resíduos sólidos no Brasil. Teremos a chance de nos manifestar nas consultas públicas doa acordos setoriais para Embalagens em geral e Lâmpadas. Que responsabilidade e oportunidade, não?!