As embalagens e os dias atuais

Escrito por Thiago Lima.

É bem fácil notar que nosso padrão de vida atual produz um volume muito grande de resíduos se comparado a de nossos pais, há 20 ou 30 anos. A rotina atual nos toma muito tempo e quando organizamos nosso cotidiano optamos por soluções práticas que nos poupem esforço e seja rápido. Um exemplo claro disso está no nosso carrinho de supermercado.

Esse momento dedicado a suprir nossas necessidades mais básicas, que é da alimentação, é trabalhado por equipes de marketing ao redor do mundo.

As necessidades das indústrias de bens de consumo é atrair a atenção dos consumidores para que eles façam a escolha “certa”, ou seja, escolham o seu produto. Para isso essas empresas desenvolvem embalagens bonitas, mais atrativas, práticas ou no tamanho conveniente por consumidor. Essas inovações fazem com que haja um potencial aumento de vendas, já que as empresas desenvolvem mais produtos com a cara do cliente ou que permitem que o consumidor pague mais pelo produto pelo fato da embalagem ser apenas mais bonita. Um exemplo interessante são as embalagens para solteiros ou latinhas de cerveja menor, para que a cerveja não fique quente.

Então pare e pense como o mundo está funcionando hoje em dia: diversos novos produtos são lançados diariamente e somos atraídos por suas embalagens, lindas, de tamanhos variados e coloridas. Diversos profissionais estão envolvidos no trabalho de uma embalagem de um produto, pessoa de marketing, engenheiros de produtos, engenheiros de qualidade entre outros. Muitas vezes as embalagens são feitas para proteger melhor o produto, para transporte ou para que ele não perca o sabor característico ou formato, etc. Mas existem equipes pensando em como encantar o consumidor e fazê-lo comprar pela emoção. São oferecidas, em diversas situações, embalagens especiais, mais bonitas, para que o cliente tenha um produto diferenciado. Por exemplo, determinados alimentos podem ser protegidos por papel laminado, que oferece maior proteção para o sabor de uma carne.

Sabemos que volumes individuais produzem mais lixo, mas nem sempre lembramos disso. Iogurtes, bolachas, refrigerantes e cervejas são exemplos de itens de consumo rotineiro que encontramos em supermercados com embalagens de diversos tamanhos. Mas quantos de nós nos preocupamos com esse fato quando vamos comprar? Optamos muitas vezes pela praticidade, pelo tamanho que melhor se adequa à nossa praticidade.

Lembre-se que melhor que reciclar ou reutilizar é não gerar lixo, ou gerar o menor número possível de resíduos. Faz uma forcinha e lembre disso quando for ao supermercado. O planeta agradece.

Sobre o Autor

Thiago Lima: Mineiro de Ituiutaba, sou formado em Engenharia Elétrica na USP São Carlos e atualmente sou estudante de mestrado do RIT – Rochester Institute of Technology, pelo programa CAPES Ciência sem Fronteiras do governo Federal em Rochester-NY. Sou COO e fundador da UNA, de uma startup de tecnologia nos Estados Unidos, sou Diretor de Marketing do Embarcados, escrevo para o Fazedores e apoio a Plataforma Ituiutaba Lixo Zero. Entre outras paixões, adoro rock´n roll, assuntos relacionados a tecnologia, papo de liderança e empreendedorismo.

Anúncios

2 opiniões sobre “As embalagens e os dias atuais”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s