Arquivo da categoria: IPTU Lixo Zero

Compostagem Doméstica: será mesmo possível?

*Alice Drummond

Você sabia que cerca de 50% dos resíduos gerados em nossas casas é feito de resíduos orgânicos, dentre eles: cascas cruas de frutas, verduras e legumes, cascas de ovos, borra de café e grãos e sementes?

E que são esses os ingredientes perfeitos para a produção de um belo composto orgânico, mais conhecido como adubo, que pode servir de fertilizantes para a horta e plantas em geral?

Pois sim, os benefícios da prática da compostagem são enormes:

  1. Reduz a quantidade de resíduos enviados para aterro sanitário gerando economia aos cofres públicos, que pagam pelo peso coletado e ainda minimizam os impactos negativos sobre o meio ambiente;
  2. Reintroduz matéria rica em fertilizantes para o solo, adubando as plantas.
compostagemReginaMoura
Composto para ser presenteado (Foto1: Regina Moura)

Mas será mesmo possível fazer compostagem doméstica?

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero garante que sim e, nesse sentido, promove oficinas de produção de composteira e de compostagem, e atende grupo de pessoas interessadas em aprender a técnica, que é, por sinal, muito simples.

Para comprovar isso, apresentamos os resultados trazidos pela associada da PILZ – Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, Regina Moura, fisioterapeuta e Ituiutabana, que em dezembro de 2016 solicitou uma oficina de compostagem em sua casa.

Na ocasião passamos por três etapas:

  1. Definição do local: no caso dela o local definido foi um espaço de terra, direto no solo que recebe um pouco de sol e sombra. Em tempos de seca ela vai precisar aguar em alguns dias da semana.
  2. Demonstração da mistura NITROGÊNCIO / CARBONO: Nitrogênio são os resíduos orgânicos: cascas cruas de frutas, verduras, legumes, cascas de ovos, borra de café e grãos e sementes e, o carbono é a Serragem, nem muito grossa, nem muito fina.

A proporção é 1 para 2 – 1 nitrogênio para 2 carbonos.

Para cada porção de nitrogênio, ou seja, de resíduos, duas porções de carbono, ou seja, de serragem devem ser adicionadas.

Os resíduos devem ser misturados com uma porção de serragem e disposta no solo, na sequencia esse montinho deve ser coberto com a segunda porção de serragem para que se evite a proliferação do cheiro, mantendo assim todos os animais indesejados longe da compostagem.

3. E disposição no solo: Simples, limpo, seco e vivo!

Resultados práticos: Sim, é possível fazer compostagem doméstica

Três meses depois recebemos a seguinte mensagem da Regina Moura, associada da PILZ:

“Olha que maravilha: só hoje resolvi colher os frutos…. Estou impressionada! Sumiram TODOS os resíduos que se reverteram em uma “terra” pura, sem cheiro! Achei um pouco grossa, pois assisti a uma palestra e ganhei uma amostra: era mais fina a textura. Mas a minha está linda! ” (Depois soube que ela pode ser peneirada, mas preferi manter dessa forma).

“Estou achando o máximo! Quando vejo a lixeira quase vazia… é perfeito! Resolvi presentear e preparei essas embalagens para motivar familiares e amigos a fazerem o mesmo. Estou orgulhosa: ficou bonitinho e as pessoas que eu presentei amaram, disseram que vão colocar nos vasos e em jardins. ”

E ela ainda fecha sua fala dizendo que: “ Nesta quarta-feira irei à casa de uma amiga mostrar como fazer!!! Vamos multiplicando a ideia…”

compostagemReginaMoura2
O composto finalizado (Foto 2: Regina Moura)
compostagemReginaMoura3
Reduza o “lixo”. Faça compostagem! (Foto 3 – Regina Moura)

Taí, não temos dúvidas de que é possível fazer a compostagem doméstica, diminuir a quantidade de resíduos enviada a aterro sanitário, poupar os cofres públicos, diminuir o impacto nos solos e agua e ainda por cima participar de um movimento de enriquecimento dos solos, reintroduzindo fertilizante natural feito em casa e que pode ser presenteado às pessoas queridas.

E você? Já tentou ou quer começar?

Você já tentou fazer compostagem em casa? Teve resultados positivos ou algum problema? Quer continuar a tentar e aprender de uma vez por todas?

Conte conosco: forme um grupo de 10 a 20 pessoas e entre em contato conosco. lixozeroitba@gmail.com / 34. 99690 1979 e acesse nossas redes: https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

Facebook: https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero/?ref=settings

Basta você começar!

* Alice Drummond – mestre em governança de resíduos sólidos pela Sorbonne Paris 3, consultora em gestão de resíduos sólidos pela Resíduo de Valor e diretora executiva da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

Anúncios

Sabão líquido com açúcar. Já ouviu falar dessa?

Quase todo mundo já ouviu falar que dá pra fazer sabão líquido, em barra ou em pó, a partir do óleo de fritura.

Para se fazer um bom sabão em casa é preciso os ingredientes certos. É assim que funciona, cada ingrediente tem um porquê: bicarbonato para dar branco, essência para dar cheiro, sem álcool para não rachar as mãos, mas e açúcar? Para que açúcar? Para dar brilho na louça! Você sabia dessa?

Foi para promover essa troca de conhecimento que nos reunimos nesta terça-feira, dia 25 de outubro, na Escola Municipal Aída Chaves, no bairro Satélite Andradina com 12 moradoras e moradores do bairro, interessados em aprender mais sobre essa técnica caseira e antiga que resolve o problema, gera economia, dá uma destinação segura ao óleo de fritura e ainda, muitos deles dizem, não trocam por nada pois não há sabão melhor. Pode lavar louça, pode lavar banheiro, lavar chão e até roupa.

Quem nos apresentou essa forma de fazer sabão e que garante o brilho na louça foi o André Luis, morador do bairro e “fazedor” de sabão há dez anos. Com uma bela didática e grandiosa boa vontade, André Luis nos instruiu passo a passo, sanou dúvidas, fez sugestões e produziu, com a ajuda de muitos, duas receitas de sabão líquido, ou seja, 42 litros. Que sucesso!

oficina_de_sabao_sa_out20163

RECEITA

SABÃO LÍQUIDO ANDRÉ LUIS_SATÉLITE ANDRADINA

Medida: 1 copo de “extrato elefante” – 380gr

  • 1 copo de  SODA
    1 copo de ÁGUA
  • 1 litro de ÁLCOOL DE POSTO
  • 1 copo de AÇÚCAR CRISTAL
  • 1 litro de ÓLEO DE FRITURA

COMO FAZER:

  1. Dissolva 1 copo de soda em 1 copo de água
  2. Adicione 1 litro de óleo
  3. Adicione 1 copo de açúcar cristal
  4. Adicione 1 litro de álcool de posto
  5. Mexa sem parar até dar o ponto: a mistura começa a grudar na lateral do balde dando o “ponto”
  6. Adicione 5 litros de água morna
  7. Mexa sem parar por 5 minutos
  8. Adicione 17 litros de água em temperatura ambiente para dissolver a mistura
  9. Mexa até perceber o ponto do sabão líquido.

COMO ACONDICIONAR:

Dê preferência por recipientes de vidro ou plástico PAD (ex. embalagem de amaciantes).

A vida é assim, a cada vez que você ensina alguma coisa, você acaba aprendendo várias outras.

Caso você tenha alguma dúvida quanto à receita, entre em contato através do email: lixozeroitba@gmail.com ou pelo telefone: 99690 1979

Nos acompanhe nas redes sociais:

BLOG:https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

FACEBOOK: https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero/