Arquivo da tag: Associação

Lixo Zero: uma atitude por Ivana Abdo Martins

capa_blog_final_centralizadaQuando fui convidada para compor a segunda diretoria da Plataforma Lixo Zero, a resposta foi um NÃO redondo. Imagine uma coisa desse tamanho, dessa importância e eu nessa ignorância sobre regulamentações, inovações, empreendimentos de negócios e toda política envolvida na gestão de resíduos.

Só que não. Assim que recusei, um filme levou-me à minha infância vendo meu pai ocupado com a limpeza do quintal, à cozinha da minha mãe e da minha vó, onde desperdício era simplesmente ZERO. Eu tinha 20 anos quando me preocupei pela primeira vez com a segurança dos lixeiros, numa época em que não se usava luvas de proteção.

Passei anos envolvida com doenças infecciosas, tanto na clínica quanto em pesquisa; vi nossas atitudes impensadas gerando caos nas grandes cidades: bueiros entupidos de plásticos, rios contaminados com todo tipo de rejeito, mosquitos proliferando em águas paradas. Daí leptospirose, dengue, zika e afins. E tudo que já sabemos sobre a relação entre câncer e metais pesados advindos de poluentes ambientais.

E como não ver quantas medidas simples foram tomadas ao longo do tempo, em especial na minha cozinha. Ir ao sacolão e ao supermercado com as sacolas retornáveis, guardar os alimentos em vasilhas de plástico resistente ou vidro, acondicionar os grãos em vidros reutilizados, comprar o que posso a granel, e agora preparar sabão em casa para reduzir o volume de frasco de detergente.

Ah eu posso assumir um cargo na diretoria SIM. Até porque a medicina me obriga a lidar com lixo o tempo todo: das emoções, da mente, dos intestinos. E a prevenção de doenças passa mesmo sobre dar destino certo para não poluir, para não permitir mais enchentes por bueiros entupidos.

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero tem se comprometido em diversas frentes para REPENSAR o consumo, REDUZIR a utilização de produtos não recicláveis, REUSAR reduzindo o desperdício e RECICLAR dando destino correto aos produtos.

A primeira gestão lançou um projeto pioneiro no país: o Ecoponto de embalagens de óleos lubrificantes. Significa que parte das embalagens do óleo comercializado nas oficinas da cidade estão indo de volta para a indústria que o vendeu. Isso eu aprendi faz pouco tempo. O nome é pomposo LOGÍSTICA REVERSA DE EMBALAGENS DE ÓLEOS LUBRIFICANTES. Agora quero saber o que fazemos com os frascos de tinta de cabelo porque são também muito tóxicas. E com os

comprimidos de antibióticos que sobrou na cartela. E as lâmpadas e o plástico de boa qualidade que embala yogurtes. Que a indústria desenvolverá de moderno?

E é uma alegria ver como a comunidade tem aceitado o desafio de realizar eventos com conceito LIXO ZERO. Realizamos um curso no pátio da Venture Veículos em setembro, o grupo SOS Sanatório foi super receptivo e o buffet Maria Nelle preparou delicias servidas sem nenhum plástico descartável; a escola de idiomas Wizard fez o mesmo num movimento pedagógico e festivo por ocasião do Thanksgiving.

E vamos encerrar o ano no Empório da Madá. Flávia Tahan e Elisa Cancella, netas da dona Madalena Carvalho, homenagearão a vó artesã nos dias 15 e 16 de dezembro, num empório de arte e culinária. A Plataforma Lixo Zero estará presente com ideias e suporte para quem quiser ver de perto práticas simples e econômicas.

Sem esperança e sem atitude a gente não colabora com a criação de Deus. O tempo é AGORA. O lugar é AQUI.

* Ivana Abdo Martins, é médica e presidente da Plataforma Lixo Zero Ituiutaba

 

CIDADES SUSTENTÁVEIS Parte I

cidadesustentavelsymbiocity
SymbioCity-Suécia

Sérgio Jerônimo de Andrade*

 

 

Segundo os especialistas no assunto, a palavra de ordem no mundo hoje é a sustentabilidade. E o seu significado está diretamente ligado às ações de planejamento, boa gestão, consciência política, participação, economia responsável, compromisso com os valores humanos, cuidados com a natureza e as pessoas, tudo numa ação local, mas, numa visão global.

No mundo em que vivemos, cerca de metade da população vive em áreas urbanas, e no Brasil 85% da população vivem nas cidades. E o que se observa com frequência é a falta de planejamento, o crescimento desordenado e o excesso de consumo que leva ao esgotamento dos recursos naturais.

O mundo está se urbanizando rapidamente. Há uma concentração significativa das atividades econômicas nas cidades. A América Latina e o Caribe apresentam as maiores taxas de urbanização. E nas cidades latino-americanas dois terços da população vivem em situações de pobreza. O que tem agravado sobremaneira os problemas sociais e ambientais, tornando-as altamente vulneráveis às mudanças climáticas e aos desastres naturais.

Uma cidade sustentável é uma cidade projetada considerando os impactos sócio-ambientais. Numa cidade sustentável o modelo e a dinâmica de desenvolvimento, além dos padrões de consumo, respeitam e cuidam dos recursos naturais e das gerações futuras.

As cidades sustentáveis são aquelas que adotam uma série de práticas eficientes voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população, desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente. Geralmente são cidades muito bem planejadas e administradas. Atualmente existem várias cidades no Brasil e no mundo que já adotam práticas sustentáveis. Embora não podemos encontrar uma cidade que seja 100% sustentável, várias delas já praticam ações sustentáveis em diversas áreas.

 Principais práticas adotadas pelas cidades sustentáveis:

 – Ações efetivas voltadas para a diminuição da emissão de gases do efeito estufa, visando o combate ao aquecimento global; medidas que visam a manutenção dos bens naturais comuns; planejamento e qualidade nos serviços de transporte público, principalmente utilizando fontes de energia limpa; incentivo e ações de planejamento para o uso de meios de transporte não poluentes como, por exemplo, bicicletas; ações para melhorar a mobilidade urbana, diminuindo consideravelmente o tráfego de veículos; promoção de justiça social; destino adequado para o lixo; criação de sistemas eficientes voltados para a reciclagem de lixo; uso de sistema de aterro sanitário para o lixo que não é reciclável; aplicação de programas educacionais voltados para o desenvolvimento sustentável; investimentos em educação de qualidade; planejamento urbano eficiente, principalmente levando em consideração o longo prazo; favorecimento de uma economia local dinâmica e sustentável; adoção de práticas voltadas para o consumo consciente da população; ações que visem o uso racional da água e seu reaproveitamento; práticas de programas que visem a melhoria da saúde da população; criação de espaços verdes (parques, praças) voltados para o lazer da população; programas voltados para a arborização das ruas e espaços públicos.

A correta destinação dos resíduos sólidos é condição primordial para uma cidade sustentável. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), aprovada em agosto de 2010, trouxe importantes instrumentos para que municípios de todo o Brasil iniciassem o enfrentamento aos principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado dos resíduos sólidos. A PNRS tem como pilar o princípio da responsabilidade compartilhada. Isso significa que indústrias, distribuidores e varejistas, prefeituras e consumidores são todos responsáveis pelos resíduos sólidos e cada um terá de contribuir para que eles tenham uma disposição final adequada.

Buscar um melhor ordenamento do ambiente urbano primando pela qualidade de vida da população é trabalhar por uma cidade sustentável. Melhorar a mobilidade urbana, a poluição sonora e atmosférica, o descarte de resíduos sólidos, eficiência energética, economia de água, entre outros aspectos, contribuem para tornar uma cidade sustentável.

Conheça na próxima coluna da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero no Jornal do Pontal alguns exemplos de cidades sustentáveis, suas características e quais medidas elas adotam para ter esse título.

* Sérgio Jerônimo de Andrade: Engenheiro Agrícola e Advogado. Doutor em Agronomia, Professor da UEMG e Presidente da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

 

Retomando a caminhada em 2017: Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero: Associe-se!

ASSOCIE-SE E ESTEJA CONOSCO EM BUSCA DE UMA CIDADE SUSTENTÁVEL

Para se associar PREENCHA A FICHA DE ASSOCIADO PILZ AQUI

LOGOPILZCaminhamos em 2016 na certeza de que estamos nos dirigindo a um destino próspero e, por isso, constituímos associação.

“Constitui-se as associações pela união de pessoas que se organizem para fins não econômicos” (Lei 10.406/2002, art. 53)

Associação é uma organização resultante da reunião legal entre duas ou mais pessoas, com ou sem personalidade jurídica, sem fins lucrativos para a realização de um objetivo comum.

Poderíamos dizer que esse foi o grande marco do ano de 2016: reunimos 14 pessoas interessadas e dispostas a se doarem para levar a frente esse projeto que começou em 2014 com a participação mais que especial do professor, mestre e, praticamente, doutor Humberto Minéu.

O fato de termos constituído associação nos traz inúmeras possibilidades, entre elas:

  1. Profissionalização das ações relacionadas a formação e capacitação para o lixo zero | resíduo zero | desperdício zero;
  2. Realização de convênio com órgãos públicos;
  3. Representação da sociedade em eventos e matérias relativas ao meio ambiente;
  4. Ampla divulgação das ações práticas e realizáveis em relação à mudança de comportamento, entre outras…

Para que isso aconteça e para que consigamos elevar nosso nível de entendimento quanto as possibilidades de redução de resíduos, reaproveitamento, reutilização e reciclagem, nós precisamos de vocês, população de Ituiutaba.

Precisamos do interesse de cada um de vocês, e precisamos do apoio também. Precisamos estar aptos a receber a demanda e devolvê-la com alegria. Precisamos de associados que queiram aprender e ensinar, trocando as experiências e elevando o nível de consciência e atuação.

Estamos aqui, trabalhando por isso, porque vemos a cada dia inúmeras crianças chegando ao mundo. Nos deliciamos com seus rostinhos e descobertas. No entanto, acreditamos que, a cada olhar, devemos nos perguntar: o que eu POSSO fazer para amenizar o sofrimento e aumentar as perspectivas dessas crianças que se tornarão adultos, num mundo que, a cada dia, sofre com maiores restrições de recursos naturais?

A conta já está chegando e, nela, somos nós os responsáveis pela dificuldade alheia, a dificuldade que será daqueles que mais amamos: nossos filhos, sobrinhos, netos e queridos amigos.

Não devemos nos esquecer é claro, do presente, e de todas as possibilidades de melhoras das nossas condições atuais. Pode até dar um trabalhinho, mas que vale muito a pena.

Caso tenha dúvidas ou sugestões por favor entre em contato:

  1.  Facebook: Plataforma Ituiutaba Lixo Zero
  2. Email: lixozeroitba@gmail.com
  3. Telefone: 34. 99690 1979

Forte abraço e até breve,

* Alice Drummond – mestre em governança de resíduos sólidos pela Sorbonne Paris 3, consultora em gestão de resíduos sólidos pela Resíduo de Valor e diretora executiva da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

 

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL DE CONSTITUIÇÃO DE ASSOCIAÇÃO

 LOGOPILZ

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL DE CONSTITUIÇÃO DE ASSOCIAÇÃO, APROVAÇÃO DE ESTATUTO E ELEIÇÃO DA PRIMEIRA DIRETORIA A SER REALIZADA EM ITUIUTABA – MG, DIA 08 DE SETEMBRO DE 2016, NO CONSERVATÓRIO ESTADUAL DE MÚSICA DR. JOSÉ ZÓCCOLI DE ANDRADE

 A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero através de sua coordenadora Alice Marquez Peres Drummond, e, demais membros da sociedade civil convidam e convocam toda população de Ituiutaba-MG para Assembleia Geral de constituição de associação de pessoas para formação de ONG, com o escopo nas áreas de sustentabilidade e meio ambiente, gestão e gerenciamento de resíduos sólidos – redução dos resíduos, reciclagem, coleta seletiva, compostagem, novos hábitos e outros que serão apresentados a todos os presentes, no dia, local horário e termos que seguem doravante.

EDITA

Art. 1º- Ficam convocados todos os interessados, nos termos do artigo 53, “caput”, da Lei n° 10.406 de 10 de janeiro de 2002, (Código Civil Brasileiro), para a realização da Assembléia Geral de Constituição de Associação, aprovação de Estatuto e Eleição da Primeira Diretoria a realizar-se no próximo dia 08/09/2016, no Auditório do Conservatório Estadual de Música Dr. José Zóccoli de Andrade situado na Rua Benjamin Dias Barbosa, bairro Universitário, Ituiutaba – MG. A convocação dar-se-á às 18h30hs do dia mencionado, com qualquer número de pessoas onde instalar-se-á a Assembleia para deliberar sobre a seguinte ORDEM DO DIA:

01 – Constituição e criação da Associação;

02 – Apreciação e aprovação do Estatuto Social;

03 – Eleição de sua primeira Diretoria e de seu primeiro Conselho Fiscal;

04 – Posse da chapa eleita;

05 – e a definição da sede provisória.

 

Art. 2º- Os interessados em concorrer à eleição dos membros da Diretoria e Conselho Fiscal da Associação deverão compor sua Chapa e fazer a inscrição da mesma com a Comissão Organizadora Pró-Associação no momento da Assembleia Geral

Art. 3º– O presente Edital de Convocação está publicado em locais de grande circulação e nos canais da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, esse blog, e sua página no Facebook, a saber:

https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero

 

Ituiutaba-MG, 29 de agosto de 2016.

Alice Marquez Peres Drummond

Convocante