Arquivo da tag: coluna pilz

Os cuidados com o meio ambiente na zona rural *Roberto de Alves Lima

Na área rural são muitas as preocupações no que se refere ao meio ambiente e desenvolvimento sustentável.

Estas vão desde o racional desmatamento, se necessário, para a abertura de novas áreas a serem cultivadas como pastagens ou plantio de lavouras, com a devida autorização dos órgãos governamentais responsáveis, até o escoamento da produção obtida.

Temos em Ituiutaba duas instituições da área:

  1. IEF: Instituto Estadual de Florestas, cuja equipe está capacitada e credenciada junto aos produtores quanto as questões que envolvem desmatamento e outras ações ambientais;
  2. EMATER-MG: Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, instalada no Parque JK, cuja equipe desenvolve, entre outros, os trabalhos com foco no Desenvolvimento Sustentável.

Logo no início da instalação de novas áreas de produção, ou mesmo em propriedades já consolidadas, deve-se preocupar com a localização de uma boa e higiênica fonte de água para o abastecimento da família, animais e plantas. Mesmo assim, é indispensável o uso de filtros de água para o consumo.

É importante que se faça um bom trabalho de coleta das águas pluviais com o uso de calhas nos telhados que direcionem as mesmas para recipientes adequados. Assim, elas poderão ser utilizadas nas hortas, pomares, jardins, na limpeza doméstica e das instalações dos animais e etc, racionando o uso da fonte de água mencionada acima.

 

PropriedadeRuralSustentavelEmbrapa
Acesse aqui e faça o dowload do folder da Embrapa

Entre outros cuidados ambientas, ainda podemos citar

  1. O escoamento adequado das águas de uso doméstico para que as mesmas não funcionem como fofos de doenças no quintal;
  2. A destinação correta do esgoto, com instalação de fossa sépticas, TVAP ou biodigestores da EMBRAPA;
  3. A separação de materiais passíveis de reciclagem e encaminhamento dos restos orgânico para produção de composto orgânico que pode ser enriquecido com esterco de animais;
  4. Quando necessário o uso de defensivos agrícolas, estes devem ser adquiridos com receituário agronômico e sua aplicação deve ser feita corretamente conforme as recomendações técnicas

 

 

É importante lembrar que ao adquirir qualquer defensivo agrícola ou pecuário, o comprador tem o compromisso de devolver o vasilhame para a empresa vendedora, obedecendo assim os princípios da logística reversa.

Com esses cuidados, o meio ambiente estará protegido, assim como a saúde do produtor e de outras pessoas.

Por último, precisamos lembrar que a conservação do solo é água é ponto crucial no preparo do solo para plantio de pastagens ou lavouras. Assim, após a locação de curvas de nível, devem ser construídos terraços e bolsões pois estas estruturas protegem o solo da erosão que tanto empobrece a fertilidade de nossas terras, além de evitar o assoreamento dos cursos d’água, que tantos prejuízos sofrem ao receber resíduos de defensivos.

Procedendo-se à prática de conservação do solo estamos protegendo as águas que são importantes para produtores à jusante da propriedade.

Em outros artigos voltaremos ao assunto da Produção Sustentável na Agricultura.Roberto Alves de Lima – Engenheiro Agrônomo, formado na UFV – Universidade Federal de Viçosa, extensionista rural de 1972 a 2003 na EMATER-MG e atual 1º Secretário da PILZ – Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

Acesse: www.plataformaituiutabalixozero.wordpress.com ; www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero ou envie email com sugestões ou perguntas para lixozeroitba@gmail.com

Acesse aqui para ler a coluna no Jornal do Pontal

Anúncios

Retomando a caminhada em 2017: Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero: Associe-se!

ASSOCIE-SE E ESTEJA CONOSCO EM BUSCA DE UMA CIDADE SUSTENTÁVEL

Para se associar PREENCHA A FICHA DE ASSOCIADO PILZ AQUI

LOGOPILZCaminhamos em 2016 na certeza de que estamos nos dirigindo a um destino próspero e, por isso, constituímos associação.

“Constitui-se as associações pela união de pessoas que se organizem para fins não econômicos” (Lei 10.406/2002, art. 53)

Associação é uma organização resultante da reunião legal entre duas ou mais pessoas, com ou sem personalidade jurídica, sem fins lucrativos para a realização de um objetivo comum.

Poderíamos dizer que esse foi o grande marco do ano de 2016: reunimos 14 pessoas interessadas e dispostas a se doarem para levar a frente esse projeto que começou em 2014 com a participação mais que especial do professor, mestre e, praticamente, doutor Humberto Minéu.

O fato de termos constituído associação nos traz inúmeras possibilidades, entre elas:

  1. Profissionalização das ações relacionadas a formação e capacitação para o lixo zero | resíduo zero | desperdício zero;
  2. Realização de convênio com órgãos públicos;
  3. Representação da sociedade em eventos e matérias relativas ao meio ambiente;
  4. Ampla divulgação das ações práticas e realizáveis em relação à mudança de comportamento, entre outras…

Para que isso aconteça e para que consigamos elevar nosso nível de entendimento quanto as possibilidades de redução de resíduos, reaproveitamento, reutilização e reciclagem, nós precisamos de vocês, população de Ituiutaba.

Precisamos do interesse de cada um de vocês, e precisamos do apoio também. Precisamos estar aptos a receber a demanda e devolvê-la com alegria. Precisamos de associados que queiram aprender e ensinar, trocando as experiências e elevando o nível de consciência e atuação.

Estamos aqui, trabalhando por isso, porque vemos a cada dia inúmeras crianças chegando ao mundo. Nos deliciamos com seus rostinhos e descobertas. No entanto, acreditamos que, a cada olhar, devemos nos perguntar: o que eu POSSO fazer para amenizar o sofrimento e aumentar as perspectivas dessas crianças que se tornarão adultos, num mundo que, a cada dia, sofre com maiores restrições de recursos naturais?

A conta já está chegando e, nela, somos nós os responsáveis pela dificuldade alheia, a dificuldade que será daqueles que mais amamos: nossos filhos, sobrinhos, netos e queridos amigos.

Não devemos nos esquecer é claro, do presente, e de todas as possibilidades de melhoras das nossas condições atuais. Pode até dar um trabalhinho, mas que vale muito a pena.

Caso tenha dúvidas ou sugestões por favor entre em contato:

  1.  Facebook: Plataforma Ituiutaba Lixo Zero
  2. Email: lixozeroitba@gmail.com
  3. Telefone: 34. 99690 1979

Forte abraço e até breve,

* Alice Drummond – mestre em governança de resíduos sólidos pela Sorbonne Paris 3, consultora em gestão de resíduos sólidos pela Resíduo de Valor e diretora executiva da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

 

 

Plataforma EducaRES: Educação Ambiental e Comunicação Social no Contexto da Política Nacional de Resíduos Sólidos. – Chamada Pública aberta

logo-plataforma_educares2

A coluna PILZ no Jornal do Pontal, da última sexta-feira, dia 18.07, fala sobre a ‘chamada pública’, aberta pelo MMA para a Plataforma EducaRES.

Ela visa a inscrição de ‘práticas do bem’, em educação ambiental e comunicação social, no âmbito da gestão de resíduos sólidos.

Inscreva sua iniciativa e faça parte do time de pessoas que ajudam a fazer a GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS, conforme a PNRS, a acontecer no Brasil.

É o que mais precisamos no momento, boas práticas, bons modelos, muita inspiração e força de vontade.

Boa sorte a todos nós!