Arquivo da tag: lixo zero

Lixo Zero: uma atitude por Ivana Abdo Martins

capa_blog_final_centralizadaQuando fui convidada para compor a segunda diretoria da Plataforma Lixo Zero, a resposta foi um NÃO redondo. Imagine uma coisa desse tamanho, dessa importância e eu nessa ignorância sobre regulamentações, inovações, empreendimentos de negócios e toda política envolvida na gestão de resíduos.

Só que não. Assim que recusei, um filme levou-me à minha infância vendo meu pai ocupado com a limpeza do quintal, à cozinha da minha mãe e da minha vó, onde desperdício era simplesmente ZERO. Eu tinha 20 anos quando me preocupei pela primeira vez com a segurança dos lixeiros, numa época em que não se usava luvas de proteção.

Passei anos envolvida com doenças infecciosas, tanto na clínica quanto em pesquisa; vi nossas atitudes impensadas gerando caos nas grandes cidades: bueiros entupidos de plásticos, rios contaminados com todo tipo de rejeito, mosquitos proliferando em águas paradas. Daí leptospirose, dengue, zika e afins. E tudo que já sabemos sobre a relação entre câncer e metais pesados advindos de poluentes ambientais.

E como não ver quantas medidas simples foram tomadas ao longo do tempo, em especial na minha cozinha. Ir ao sacolão e ao supermercado com as sacolas retornáveis, guardar os alimentos em vasilhas de plástico resistente ou vidro, acondicionar os grãos em vidros reutilizados, comprar o que posso a granel, e agora preparar sabão em casa para reduzir o volume de frasco de detergente.

Ah eu posso assumir um cargo na diretoria SIM. Até porque a medicina me obriga a lidar com lixo o tempo todo: das emoções, da mente, dos intestinos. E a prevenção de doenças passa mesmo sobre dar destino certo para não poluir, para não permitir mais enchentes por bueiros entupidos.

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero tem se comprometido em diversas frentes para REPENSAR o consumo, REDUZIR a utilização de produtos não recicláveis, REUSAR reduzindo o desperdício e RECICLAR dando destino correto aos produtos.

A primeira gestão lançou um projeto pioneiro no país: o Ecoponto de embalagens de óleos lubrificantes. Significa que parte das embalagens do óleo comercializado nas oficinas da cidade estão indo de volta para a indústria que o vendeu. Isso eu aprendi faz pouco tempo. O nome é pomposo LOGÍSTICA REVERSA DE EMBALAGENS DE ÓLEOS LUBRIFICANTES. Agora quero saber o que fazemos com os frascos de tinta de cabelo porque são também muito tóxicas. E com os

comprimidos de antibióticos que sobrou na cartela. E as lâmpadas e o plástico de boa qualidade que embala yogurtes. Que a indústria desenvolverá de moderno?

E é uma alegria ver como a comunidade tem aceitado o desafio de realizar eventos com conceito LIXO ZERO. Realizamos um curso no pátio da Venture Veículos em setembro, o grupo SOS Sanatório foi super receptivo e o buffet Maria Nelle preparou delicias servidas sem nenhum plástico descartável; a escola de idiomas Wizard fez o mesmo num movimento pedagógico e festivo por ocasião do Thanksgiving.

E vamos encerrar o ano no Empório da Madá. Flávia Tahan e Elisa Cancella, netas da dona Madalena Carvalho, homenagearão a vó artesã nos dias 15 e 16 de dezembro, num empório de arte e culinária. A Plataforma Lixo Zero estará presente com ideias e suporte para quem quiser ver de perto práticas simples e econômicas.

Sem esperança e sem atitude a gente não colabora com a criação de Deus. O tempo é AGORA. O lugar é AQUI.

* Ivana Abdo Martins, é médica e presidente da Plataforma Lixo Zero Ituiutaba

 

Anúncios

SEMANA LIXO ZERO ITUIUTABA

Uma semana dedicada à prevenção, redução e destinação adequada dos resíduos sólidos.

SLZI_Compostagem_EMMA

A Semana Lixo Zero Ituiutaba aconteceu do dia 20 a 29 de outubro e fez parte da Semana Lixo Zero Brasil, idealizada pelo Instituto Lixo Zero Brasil. Aconteceram mais de cinco mil eventos em todo o país, distribuídos em 30 cidades, incluindo 10 capitais

A Lei Municipal 4.520 de 14 de setembro de 2017  institui no município de Ituiutaba a Semana Municipal Lixo Zero toda última semana de outubro.

Em Ituiutaba, 19 eventos reuniram mais de 500 pessoas em palestras e oficinas práticas promovendo reflexões e anunciando tendências, inclusive através de filmes em língua inglesa. Houve cobertura da imprensa através de entrevistas em rádio e TV além de difusão abrangente nas redes sociais.

Voluntários da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero e funcionários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Ituiutaba se organizaram nas seguintes ações tratando de

  1. Perspectiva de redução de resíduos destinados ao lixo
  2. Necessidade de informação sobre como separar o lixo
  3. Educação para olharmos para os itens de consumo para ver novas forma de aproveitamento
  4. Estimular a separação de cascas e restos de alimentos (resíduo chamado de orgânico)
  5. Visita guiada ao aterro Sanitário e à COPERCICLA
  6. Oficinas de confecção de sabão com óleos comestíveis já usado
  7. Inovação em moda com reuso de tecidos
  8. Oficina de compostagem para preparação de adubo

O balanço da Semana Lixo Zero Ituiutaba revelou motivação e interesse da comunidade em conhecer seu papel na redução do lixo, amenizando os efeitos negativos da acumulação e destinos incorretos do que sobra. Há entusiasmo ao saber de iniciativas positivas acontecendo aqui e em outras cidades.

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero juntamente com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente agradece a todos que possibilitaram a realização dos eventos e a todos os participantes.

 Ano que vem tem mais, mas não se esqueçam, de cá pra lá podemos fazer muito, e, muito bem.

Acesse: https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero/ e curta nossa página para se manter informado.

SLZI_Compostagem_CCZ_2

SLZI_Compostagem_TENDA

SLZI_Compostagem_CCZ

Ituiutaba sediará Fórum Lixo Zero

ConviteFórum

 

O Fórum Municipal Lixo Zero acontecerá dia 02 de setembro, de 13h30 às 18h, na Câmara Municipal de Ituiutaba.

O evento é um desdobramento do Encontro de empreendedores socioambientais com Rodrigo Sabatini – Presidente do Instituto Lixo Zero Brasil, que aconteceu dia 29 de julho, em Ituiutaba e é aberto à população.

A proposta do Fórum Municipal Lixo Zero Ituiutaba é ser um evento, pró-ativo, com o objetivo de empoderar e dar visibilidade às melhores práticas locais em direção ao lixo zero e propor uma REVOLUÇÃO baseada no EXEMPLO.

O evento reunirá a população de Ituiutaba acerca de cinco painéis que demonstrarão a força da prática local sustentável sobre os temas: Tendências Lixo Zero, Conscientização, Educação e Escolas, Redução, Reuso, Reciclagem e Compostagem.

A iniciativa se dá por meio do Coletivo Lixo Zero, um grupo de pessoas voluntárias unidas para a organização do evento, capitaneados pela Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

Mais informações:

Facebook/ ItuiutabaLixoZero

 

Programação Fórum

 

Plataforma Lixo Zero promove encontro de empreendedores socioambientais com foco em lixo zero.

Foto_Publico_FinalO presidente do Instituto Lixo Zero Brasil, Rodrigo Sabatini, esteve em Ituiutaba no último sábado, 29 de julho, para um encontro com empreendedores socioambientais.

O evento pode ser interpretado como uma injeção de ânimo nos empreendedores de Ituiutaba.

Você pode assistir o encontro no facebook/plataformaituiutabalixozero

Rodrigo Sabatini apresentou um panorama das questões ligadas a gestão de resíduos sólidos no Brasil dentre elas:

  1. a diferença entre lixo, resíduo e rejeito;
  2. a problemática da incineração de resíduos ligada a educação infantil e cidadã, ou a falta dela;
  3. a importância da separação na fonte de resíduos recicláveis, orgânicos e rejeitos;
  4. a importância do encaminhamento correto e o trabalho da Copercicla em Ituiutaba, entre várias outras.

EMPREENDEDORISMO SOCIOAMBIENTAL

A mensagem-chave foi sobre o empreendedorismo como forma de transformação socioambiental da comunidade local.

Como cidadãos, pessoas comuns, podem promover uma mudança significativa que considere a viabilidade econômica, social e ambiental?

Antes de mais nada, para que esses cidadãos se tornem realmente capazes é preciso a disseminação de conhecimento sobre o lixo zero através de ações de capacitação.

Foi apresentada e discutida, portanto, a formação de um coletivo lixo zero na cidade de Ituiutaba para a realização do Fórum Municipal Lixo Zero, da Semana Lixo Zero e da participação de jovens universitários e do 2º grau no 4º Encontro Internacional da Juventude Lixo Zero.

FÓRUM MUNICIPAL LIXO ZERO

O Fórum Municipal Lixo Zero é um evento que existe para inspirar, ele vai acontecer em Ituiutaba, no mês de agosto.

Nele, não é permitida a entrada de problemas, mas sim de soluções.

Esse evento será organizado coletivamente e se você quer participar da organização, nos mande um alô O QUANTO ANTES por email, facebook, whatsapp, pois a agenda já começou.

Email: lixozeroitba@gmail.com

Facebook: Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

Whatsapp: Vera Faria: 9.9639 0169

SEMANA LIXO ZERO

A Semana Lixo Zero é um evento que promove e apresenta uma série de ações para diferentes públicos sobre o quanto é possível mudar para melhor dentro de nossas casas e ambientes de trabalho e ad ministração pública.

Ela apresenta também as ações positivas de empresários que quebram a lógica da poluição e irresponsabilidade com o meio ambiente e sociedade e se tornam exemplo pra novos modelos de negócios.

ORGANIZAÇÃO E PÚBLICO 

Organizado pela Plataforma Ituiutaba Lixo Zero e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e com o apoio da UAITEC, o evento foi gratuito, com duração de duas horas e teve emissão de certificados.

A realização foi na sede da UAITEC, Rua 26 com 9 e 7, nº452 e contou com a presença de um público de mais de 60 pessoas, dentre elas representantes dos seguintes segmentos:

Prefeitura Municipal de Ituiutaba por meio da Secretaria de Governo, da Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Indústria e Comércio e do Centro de Controle de Zoonoses,  Copercicla – Cooperativa de Reciclagem de Ituiutaba, UAITEC, APAE, EMATER, TEAAR – Tijuco Arte e Artesanato, ASETI – Associação Ecológica do Tijuco, CONSERB – Conselho Regional de Brigadistas, FTM – Faculdade Triângulo Mineiro, IFTM – Instituto Federal do Triângulo Mineiro, formadores de opinião das áreas da saúde, ambiental e pública, professores e alunos universitários da UFU, Universidade Federal de Uberlândia e UEMG – Universidade Estadual de Minas Gerais e alunos do Colégio GVC.

Nosso muito obrigado à Rodrigo Sabatini e a toda equipe do Instituto Lixo Zero Brasil e nosso agradecimento especial a todos que participaram. Os convidamos a acompanhar, curtir e compartilhar nossas atividades pelos canais:

https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero

Instagram: @plataformaituiutabalixozero

 

Empresas se cadastram no Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes

Empresas se cadastram no ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes e realizam descarte correto de embalagens plásticas.

E você, consumidor, também é responsável, basta escolher bem, saiba mais:

VOCÊ SABIA?

  1. Que embalagem de óleo lubrificante é resíduo perigoso e contaminante?
  2. Que VOCÊ, consumidor, também é responsável pelo descarte correto?
  3. Que em Ituiutaba existe um ECOPONTO para isso?

FAÇA A SUA PARTE, EXERÇA SUA RESPONSABILIDADE

Descarte a embalagem de óleo lubrificante nos locais abaixo:

  1. ECOPONTO, em frente a CASEMG
  2. Na empresa que você comprou e exija dela a destinação correta

 

ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes                                                          

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes viabiliza a logística reversa das embalagens de óleos lubrificantes no município de Ituiutaba.

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes é uma iniciativa da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero em parceria com a Prefeitura Municipal de Ituiutaba, através da Secretaria de Obras e da Secretaria de Meio Ambiente com o apoio do Centro de Controle de Zoonoses.

Fazem parte do Ecoponto, 34 empresas cadastradas que oferecem a seus clientes um serviço responsável com a destinação correta dos resíduos perigosos.

Dê sempre preferência às empresas com o selo ECOPONTO e seja você também responsável pelo desenvolvimento sustentável no município de Ituiutaba:

Auto Maiss

Auto Mecânica do Peteco

Auto Nível Centro Automotivo

Auto Pneus

Catatau Mecânica e Torneadora

CFL – Construtora Ferreira e Lima

Cunha Veículos

Futura Pneus

FV Diesel

Bozó Auto Peças

Marcelo Auto Center

RC Mecânica

Renato Motos

Revisa Auto Center

Silas Auto Mecânica

Silmac Retífica de Motores

Torneadora Universal

D’stak Centro Automotivo

Auto Peças Ricardo Balli

RicardoBalli

 

Auto Peças Quirino

QUIRINO

Autocar

AUTOCAR

Brazito Tratores

BRAZITO

Eletro Ar

ELETRO AR

Ford’s Car

FORD'S CAR

Guima Motos

GUIMA MOTOS

Imperial Diesel

IMPERIAL DIESEL

Inject Car

INJECTCAR

JR Peças e Oficina

JR

Mecânica 3 Amigos

MECÂNICA 3 AMIGOS

Mecânica Finholdt

M.Finholdt

Mecatril Tratores e Implementos Agrícolas

MECATRIL

Multi Motos

MULTI MOTOS

Oliveira e Brito

OLIVEIRA E BRITO

Unicar Centro Automotivo

UNICAR

 

LOGÍSTICA REVERSA / RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA

 

Para saber mais acesse: www.plataformaituiutabalixozero.wordpress.com e acompanhe as redes sociais do Ecoponto

Facebook do Ecoponto: www.facebook.com/ecopontoitba

Instagram: @ecopontolixozero

 

 

Você, empresário, que queira se cadastrar entre em contato através do telefone/ whatsApp: 9.9228 5281 e fale com a coordenadora do Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes, Adelanne Borges.

Sarau de Quintal – evento limpo com a Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

O Coletivo Sarjeta Cultural promoveu no último sábado, 29 de abril, entre 15h as 21h, em Ituiutaba, o Sarau de Quintal, no MUSAI – Museu Antropológico de Ituiutaba.

O evento reuniu por volta de 400 pessoas no total e apresentou e ofereceu diferentes opções de entretenimento entre elas: oficina de escrita e expressão corporal, palestra, troca de livro, fanzine, brechó, exposição de fotos e desenhos, desenho ao vivo, dança Stiletto, MPB, RAP, Blues, brinquedoteca, comida vegetariana e vegana, Maturesco, pupa-pula e artesanato.

O ingresso foi 1 quilo de alimento não perecível com o propósito de arrecadar alimentos para famílias carentes em Ituiutaba.

saraudequintal_cartaz

A Plataforma no evento

A Plataforma foi convidada a participar do evento e logo se disponibilizou a fazer toda a gestão dos resíduos produzidos.

Ação capitaneada por Ludmylla Arantes, diretora executiva da Plataforma, teve por objetivo, organizar, separar e coletar os resíduos produzidos pelo evento e encaminhar adequadamente os resíduos recicláveis para a Copercicla e demais para aterro sanitário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para saber mais quais resíduos são coletados pela Copercicla acesse: http://www.copercicla.com

Ao todo foram necessários três coletores de bituqueiras e três lixeiras bem visíveis, às quais o público, segundo Ludmylla Arantes, “reagiu muito bem, foi muito educado e utilizou as lixeiras distribuídas no evento”. Ela completa “ o pessoal se comportou tão bem que ao final, se tivemos que recolher três ou quatro latinhas, foi muito”

A Plataforma se fez presente ainda através das presenças do secretário Roberto Alves de Lima, da segunda secretária Laiane Freitas e da segunda tesoureira Mara Rubia Barbosa Drummond.

Feliz de promover um evento limpo em Ituiutaba, a diretora executiva da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, Ludmylla Arantes comemora: “o resultado foi positivíssimo, pois o evento foi capaz de repercutir muito bem a cultura lixo zero em Ituiutaba, dando a certeza de que é possível tocarmos as pessoas com questões que são de interesse comum. Um evento limpo é de interesse de todos, não é? ”

Em breve, aqui, divulgaremos a quantidade de resíduos coletados e destinados para a Copercicla.

 Evento limpo, evento lixo zero é possível, basta você começar!

https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero

lixozeroitba@gmail.com

Os cuidados com o meio ambiente na zona rural *Roberto de Alves Lima

Na área rural são muitas as preocupações no que se refere ao meio ambiente e desenvolvimento sustentável.

Estas vão desde o racional desmatamento, se necessário, para a abertura de novas áreas a serem cultivadas como pastagens ou plantio de lavouras, com a devida autorização dos órgãos governamentais responsáveis, até o escoamento da produção obtida.

Temos em Ituiutaba duas instituições da área:

  1. IEF: Instituto Estadual de Florestas, cuja equipe está capacitada e credenciada junto aos produtores quanto as questões que envolvem desmatamento e outras ações ambientais;
  2. EMATER-MG: Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, instalada no Parque JK, cuja equipe desenvolve, entre outros, os trabalhos com foco no Desenvolvimento Sustentável.

Logo no início da instalação de novas áreas de produção, ou mesmo em propriedades já consolidadas, deve-se preocupar com a localização de uma boa e higiênica fonte de água para o abastecimento da família, animais e plantas. Mesmo assim, é indispensável o uso de filtros de água para o consumo.

É importante que se faça um bom trabalho de coleta das águas pluviais com o uso de calhas nos telhados que direcionem as mesmas para recipientes adequados. Assim, elas poderão ser utilizadas nas hortas, pomares, jardins, na limpeza doméstica e das instalações dos animais e etc, racionando o uso da fonte de água mencionada acima.

 

PropriedadeRuralSustentavelEmbrapa
Acesse aqui e faça o dowload do folder da Embrapa

Entre outros cuidados ambientas, ainda podemos citar

  1. O escoamento adequado das águas de uso doméstico para que as mesmas não funcionem como fofos de doenças no quintal;
  2. A destinação correta do esgoto, com instalação de fossa sépticas, TVAP ou biodigestores da EMBRAPA;
  3. A separação de materiais passíveis de reciclagem e encaminhamento dos restos orgânico para produção de composto orgânico que pode ser enriquecido com esterco de animais;
  4. Quando necessário o uso de defensivos agrícolas, estes devem ser adquiridos com receituário agronômico e sua aplicação deve ser feita corretamente conforme as recomendações técnicas

 

 

É importante lembrar que ao adquirir qualquer defensivo agrícola ou pecuário, o comprador tem o compromisso de devolver o vasilhame para a empresa vendedora, obedecendo assim os princípios da logística reversa.

Com esses cuidados, o meio ambiente estará protegido, assim como a saúde do produtor e de outras pessoas.

Por último, precisamos lembrar que a conservação do solo é água é ponto crucial no preparo do solo para plantio de pastagens ou lavouras. Assim, após a locação de curvas de nível, devem ser construídos terraços e bolsões pois estas estruturas protegem o solo da erosão que tanto empobrece a fertilidade de nossas terras, além de evitar o assoreamento dos cursos d’água, que tantos prejuízos sofrem ao receber resíduos de defensivos.

Procedendo-se à prática de conservação do solo estamos protegendo as águas que são importantes para produtores à jusante da propriedade.

Em outros artigos voltaremos ao assunto da Produção Sustentável na Agricultura.Roberto Alves de Lima – Engenheiro Agrônomo, formado na UFV – Universidade Federal de Viçosa, extensionista rural de 1972 a 2003 na EMATER-MG e atual 1º Secretário da PILZ – Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

Acesse: www.plataformaituiutabalixozero.wordpress.com ; www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero ou envie email com sugestões ou perguntas para lixozeroitba@gmail.com

Acesse aqui para ler a coluna no Jornal do Pontal

Eleição realizada, esperança “lixo zero”renovada

 

O final de semana das eleições foi decisivo para os próximos 4 anos nas cidades brasileiras. Em Ituiutaba elegemos um prefeito e seu vice e 17 vereadores.

A função de um prefeito é clara e objetiva e nós a conhecemos bem, mas e o vereador? Qual sua função numa cidade?

Enquanto agente político, ele faz parte do poder legislativo, sendo eleito por meio de eleições diretas e, dessa forma, escolhido pela população para ser seu representante. Esta noção de representante da sociedade está entre as noções mais caras dentre suas funções, pois as demandas sociais, os interesses da coletividade e dos grupos devem ser objeto de análise dos vereadores e de seus assessores na elaboração de projetos de leis, os quais devem ser submetidos ao voto da assembleia (câmara municipal). Dessa forma, são responsáveis pela elaboração, discussão e votação de leis para a municipalidade, propondo-se benfeitorias, obras e serviços para o bem-estar da vida da população em geral. Os vereadores, dentre outras funções, também são responsáveis pela fiscalização das ações tomadas pelo poder executivo, isto é, pelo prefeito, cabendo-lhes a responsabilidade de acompanhar a administração municipal, principalmente no tocante ao cumprimento da lei e da boa aplicação e gestão do erário, ou seja, do dinheiro público. (http://brasilescola.uol.com.br/politica/funcoes-vereador.htm)

Legislar, tomando como base as necessidades da população, pode ser capaz de mudar, para melhor, a vida de muita gente . Nesse contexto, quando pensamos no trabalho de um vereador no âmbito do lixo zero percebemos quão importante é o conhecimento e o interesse do mesmo para a mudança tão almejada.

No Brasil, a legislação dos resíduos tem amparo federal com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010)  e amparo estadual em alguns estados. Em Minas Gerais, a Política Estadual de Resíduos Sólidos – MG, (Lei nº 18.031/ 2009). Essas políticas traçam linhas gerais para a gestão de resíduos quanto à redução, reutilização, reaproveitamento, reciclagem, tratamento e enfim, destinação ambientalmente adequada. Elas abordam ainda as sanções quanto à má gestão dos resíduos, mas também os incentivos fiscais para pessoas, empresas e comerciantes que reduzam, reciclem, tratem e destinem adequadamente seus resíduos.

Quanto mais conhecimento for disseminado no âmbito da Câmara dos Vereadores maiores são as possibilidades de uma lei local, destinada à gestão dos resíduos sólidos no nosso município, se tornar realidade.

Muitas cidades possuem leis que punem os cidadãos que, por exemplo, jogam resíduos no chão, mas não incluem medidas ligadas à educação ambiental para que, ao invés de punir, ensine o cidadão a realizar o descarte adequado. Outro tópico que vale a pena ser abordado é a infraestrutura municipal para tal, como coleta diferenciada, pontos de entrega voluntária, coleta de resíduos especiais e altamente contaminantes como pilhas e baterias, lâmpadas, eletroeletrônicos, entre vários outros tipos de resíduos e, claro, lixeiras devidamente distribuídas na cidade para que o lixo possa ser realmente bem destinado.

Nós, da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, apoiamos leis que visam a evolução do ser humano enquanto cidadão lançando mão de incentivos fiscais e benefícios financeiros ao invés de simples punição sem a devida educação ambiental que inclusive é um dos deveres do poder público municipal, empresários e comerciantes, no âmbito da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

E agora? Quais as propostas do seu candidato? Você se lembrará delas ao longo do novo mandato? Saberá de fato o que cobrar ao longo dos próximos quatro anos? Quem sabe não chegou a hora de avançarmos rumo a uma legislação lixo zero para Ituiutaba e assim todos sentirmos os benefícios de uma vida com menos “lixo”, menos sujeira, menos poluição, mais saúde, mais economia, mais inteligência e lucro para todos?

Estamos confiantes que esse novo governo, tanto executivo quanto legislativo, possa se interessar por questões tão relevantes para a população de Ituiutaba. Desejamos boa sorte, bom trabalho e muita força de vontade para mudar o que não está bom e conservar o que vem funcionando.

Desejamos ainda sucesso a todos os eleitos e deixamos aqui nosso recado:

Senhores eleitos, saibam que podem contar com a Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, que, assim como vocês, quer o bem para essa cidade.

Conheça nosso trabalho e nos acompanhe através do blog e do facebook: https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero

lixozeroitba@gmail.com

* Alice Drummond – mestre em governança de resíduos sólidos pela Sorbonne Paris 3, consultora em gestão de resíduos sólidos pela Resíduo de Valor e diretora executiva da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

 

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL DE CONSTITUIÇÃO DE ASSOCIAÇÃO

 LOGOPILZ

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL DE CONSTITUIÇÃO DE ASSOCIAÇÃO, APROVAÇÃO DE ESTATUTO E ELEIÇÃO DA PRIMEIRA DIRETORIA A SER REALIZADA EM ITUIUTABA – MG, DIA 08 DE SETEMBRO DE 2016, NO CONSERVATÓRIO ESTADUAL DE MÚSICA DR. JOSÉ ZÓCCOLI DE ANDRADE

 A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero através de sua coordenadora Alice Marquez Peres Drummond, e, demais membros da sociedade civil convidam e convocam toda população de Ituiutaba-MG para Assembleia Geral de constituição de associação de pessoas para formação de ONG, com o escopo nas áreas de sustentabilidade e meio ambiente, gestão e gerenciamento de resíduos sólidos – redução dos resíduos, reciclagem, coleta seletiva, compostagem, novos hábitos e outros que serão apresentados a todos os presentes, no dia, local horário e termos que seguem doravante.

EDITA

Art. 1º- Ficam convocados todos os interessados, nos termos do artigo 53, “caput”, da Lei n° 10.406 de 10 de janeiro de 2002, (Código Civil Brasileiro), para a realização da Assembléia Geral de Constituição de Associação, aprovação de Estatuto e Eleição da Primeira Diretoria a realizar-se no próximo dia 08/09/2016, no Auditório do Conservatório Estadual de Música Dr. José Zóccoli de Andrade situado na Rua Benjamin Dias Barbosa, bairro Universitário, Ituiutaba – MG. A convocação dar-se-á às 18h30hs do dia mencionado, com qualquer número de pessoas onde instalar-se-á a Assembleia para deliberar sobre a seguinte ORDEM DO DIA:

01 – Constituição e criação da Associação;

02 – Apreciação e aprovação do Estatuto Social;

03 – Eleição de sua primeira Diretoria e de seu primeiro Conselho Fiscal;

04 – Posse da chapa eleita;

05 – e a definição da sede provisória.

 

Art. 2º- Os interessados em concorrer à eleição dos membros da Diretoria e Conselho Fiscal da Associação deverão compor sua Chapa e fazer a inscrição da mesma com a Comissão Organizadora Pró-Associação no momento da Assembleia Geral

Art. 3º– O presente Edital de Convocação está publicado em locais de grande circulação e nos canais da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, esse blog, e sua página no Facebook, a saber:

https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero

 

Ituiutaba-MG, 29 de agosto de 2016.

Alice Marquez Peres Drummond

Convocante

 

Sacolas Plásticas: vilãs do cotidiano

sacola lixo

O assunto de hoje é sobre um objeto que há muito tempo faz parte de nosso cotidiano: sacolas plásticas.

Sua invenção ocorreu no final do século XIX, mas, no Brasil, sua utilização intensificou-se à partir da década de 80, em meio à cultura do descartável.

Apesar de serem bastante utilizadas, sabemos que elas são grandes vilãs do meio ambiente, pois sua produção demanda extração e refino de petróleo, que geram impactos significativos na fauna e flora, além dos problemas causados após sua utilização, pois, depois do descarte, demoram aproximadamente 500 anos para serem decompostas pela ação da natureza, gerando poluição das águas, morte dos animais que as ingerem, entupimento de bueiros – que dificultam a drenagem das águas, causam problemas nos aterros etc.

Nesse sentido, diversas cidades do país já implementaram projetos de lei para discutir sua redução e eliminação, mas, independente disso, é necessário que cada cidadão tenha consciência sobre os malefícios das sacolinhas, e reduza, ao máximo, sua utilização, criando novos hábitos de consumo que diminuirão o impacto no meio ambiente. A redução pode ocorrer por meio da substituição das sacolas convencionais  por sacolas biodegradáveis, sacolas de pano – que além de sustentáveis podem ser super charmosas, ou mesmo utilizar caixas de papelão para guardar as compras do mercado, por exemplo.

Dessa forma, além das razões ambientais,  há motivos práticos que propiciam o banimento das sacolas plásticas, pois, com a utilização de sacolas de tecido – que normalmente são maiores, ou mesmo de caixas, o armazenamento das compras é agilizado e com isso, garante-se mais praticidade no dia a dia.  Sem contar que os estabelecimentos também economizam, já que ninguém vai ao supermercado fazer compras e pega uma sacola apenas.

Então, não restam dúvidas de que o melhor negócio é que, cada vez mais, haja redução de consumo, reciclagem, compostagem, recusa de sacolas plásticas e reutilização de materiais – como as de tecido, já citadas anteriormente, possibilitando um maior equilíbrio ambiental.

Ana Carolina Abdulmassih – natural de Ituiutaba, estudou Direito na Universidade do Estado de Minas Gerais, filósofa por natureza, apaixonada pela vida e pelas relações sociais inerentes a ela, sempre em busca do saber, crescer e compartilhar, em prol de um mundo mais harmônico e sustentável.