Arquivo da tag: logística reversa

Empresas se cadastram no Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes

Empresas se cadastram no ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes e realizam descarte correto de embalagens plásticas.

E você, consumidor, também é responsável, basta escolher bem, saiba mais:

VOCÊ SABIA?

  1. Que embalagem de óleo lubrificante é resíduo perigoso e contaminante?
  2. Que VOCÊ, consumidor, também é responsável pelo descarte correto?
  3. Que em Ituiutaba existe um ECOPONTO para isso?

FAÇA A SUA PARTE, EXERÇA SUA RESPONSABILIDADE

Descarte a embalagem de óleo lubrificante nos locais abaixo:

  1. ECOPONTO, em frente a CASEMG
  2. Na empresa que você comprou e exija dela a destinação correta

 

ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes                                                          

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes viabiliza a logística reversa das embalagens de óleos lubrificantes no município de Ituiutaba.

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes é uma iniciativa da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero em parceria com a Prefeitura Municipal de Ituiutaba, através da Secretaria de Obras e da Secretaria de Meio Ambiente com o apoio do Centro de Controle de Zoonoses.

Fazem parte do Ecoponto, 34 empresas cadastradas que oferecem a seus clientes um serviço responsável com a destinação correta dos resíduos perigosos.

Dê sempre preferência às empresas com o selo ECOPONTO e seja você também responsável pelo desenvolvimento sustentável no município de Ituiutaba:

Auto Maiss

Auto Mecânica do Peteco

Auto Nível Centro Automotivo

Auto Pneus

Catatau Mecânica e Torneadora

CFL – Construtora Ferreira e Lima

Cunha Veículos

Futura Pneus

FV Diesel

Bozó Auto Peças

Marcelo Auto Center

RC Mecânica

Renato Motos

Revisa Auto Center

Silas Auto Mecânica

Silmac Retífica de Motores

Torneadora Universal

D’stak Centro Automotivo

Auto Peças Ricardo Balli

RicardoBalli

 

Auto Peças Quirino

QUIRINO

Autocar

AUTOCAR

Brazito Tratores

BRAZITO

Eletro Ar

ELETRO AR

Ford’s Car

FORD'S CAR

Guima Motos

GUIMA MOTOS

Imperial Diesel

IMPERIAL DIESEL

Inject Car

INJECTCAR

JR Peças e Oficina

JR

Mecânica 3 Amigos

MECÂNICA 3 AMIGOS

Mecânica Finholdt

M.Finholdt

Mecatril Tratores e Implementos Agrícolas

MECATRIL

Multi Motos

MULTI MOTOS

Oliveira e Brito

OLIVEIRA E BRITO

Unicar Centro Automotivo

UNICAR

 

LOGÍSTICA REVERSA / RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA

 

Para saber mais acesse: www.plataformaituiutabalixozero.wordpress.com e acompanhe as redes sociais do Ecoponto

Facebook do Ecoponto: www.facebook.com/ecopontoitba

Instagram: @ecopontolixozero

 

 

Você, empresário, que queira se cadastrar entre em contato através do telefone/ whatsApp: 9.9228 5281 e fale com a coordenadora do Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes, Adelanne Borges.

Anúncios

Ituiutaba terá ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes

SELOFINAL

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, juntamente com as Secretarias Municipais de Obras de Meio Ambiente, realiza nesse dia 31 de maio, de 19h às 21h, no Salão de Eventos do Líder Hotel, o evento de lançamento do Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes.

 

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes viabilizará a logística reversa das embalagens de óleos lubrificantes no município de Ituiutaba.

 

O objetivo desse evento é reunir as empresas do setor de óleos lubrificantes que estão cadastradas no programa para tirar dúvidas, distribuir os kits de participação e dar as últimas orientações.

 

O evento reunirá os estabelecimentos comerciais que realizam a troca de óleo e que já estão cadastrados no programa, assim como representantes da Prefeitura Municipal de Ituiutaba, Polícia Ambiental, Associações representativas do setor produtivo como também da sociedade civil.

 

A iniciativa se dá por meio da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, gestora do ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes, em parceria com a Prefeitura Municipal de Ituiutaba.

 

A Prefeitura acredita que a participação dos estabelecimentos é fundamental para a nova forma de gerir os resíduos perigosos, classe I, em Ituiutaba.  Conforme o Secretário Municipal de Meio Ambiente Gilson Lucas Lima “a participação de todos os comerciantes dessa área é muito importante, pois, as embalagens de óleos lubrificantes são resíduos perigosos e, portanto, contaminantes, que causam sérios impactos ambientais e de saúde”.

VOCE SABIA final

Já o Secretário Municipal de Obras, Vicente de Paula Fontoura Filho, grande viabilizador dessa iniciativa, ressalta que “a Prefeitura Municipal de Ituiutaba está viabilizando essa iniciativa da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero para que o município consiga avançar na gestão de resíduos sólidos, especialmente aqueles que já são submetidos ao sistema de logística reversa que é o caso das embalagens de óleos lubrificantes”.

ORIENTACOES

O evento acontecerá no dia 31 de maio, de 19h às 21h00, no Salão de Eventos do Líder Hotel e a operação do ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes, situado em frente à CASEMG, inicia a partir do dia 05 de junho de 2017.

 

Mais informações:

Diretora Executiva Plataforma Ituiutaba Lixo Zero: Alice Drummond: 34. 99690 1979

Coordenadora Ecoponto: Adelanne Borges: 34. 99228 5281

Acordo Setorial de Lâmpadas tem extrato publicado no DOU – por Instituto Ethos

O objetivo do acordo é garantir que a destinação final desse tipo de resíduos seja ambientalmente adequada, em conformidade com a PNRS.

Na última quinta-feira (12/3), o Diário Oficial da União (DOU) publicou o extrato do Acordo Setorial para Implantação do Sistema de Logística Reversa de Lâmpadas Fluorescentes de Vapor de Sódio e Mercúrio e de Luz Mista, o qual foi assinado no dia 27 de novembro de 2014. O objetivo desse acordo é garantir que a destinação final dos resíduos dessas lâmpadas seja feita de forma ambientalmente adequada e em conformidade com a Lei nº 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

A discussão e negociação desse acordo foi longa: começou em 5 de maio de 2011 e se estendeu praticamente, até os momentos imediatamente anteriores a sua referida assinatura. O processo teve início com a criação e instalação, pelo Comitê Orientador para a Implementação da Logística Reversa (Cori), do Grupo Técnico Temático de Lâmpadas (GTT de Lâmpadas), destinado à elaboração da proposta da minuta do edital de chamamento e do Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica da Implantação da Logística Reversa de Lâmpadas (EVTE de Lâmpadas).

Com a publicação do edital de chamamento no DOU de 5 de julho de 2012, encerraram-se os trabalhos do GTT de Lâmpadas. O edital fixava em 120 dias o prazo para apresentação de propostas para o Acordo Setorial de Lâmpadas. No início de novembro daquele ano, foram apresentadas duas propostas ao Ministério do Meio Ambiente (MMA). Iniciou-se assim a parte final de discussão e negociação para a implantação da logística de lâmpadas, que demorou mais de dois anos.

O processo envolveu os proponentes e o poder público federal, representado pelo Cori, por meio de sua presidente, a ministra Izabella Teixeira, a qual foi assessorada pela Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, do MMA, no desempenho das funções de secretaria executiva do Cori.

  • Clique aqui para visualizar o acordo setorial em formato PDF.
  • Clique aqui para visualizar o Anexo I – Previsão de Municípios –Pontos de Entrega e Recipientes.
  • Clique aqui para visualizar o Anexo II – Avaliação dos Impactos Sociais e Econômicos.
  • Clique aqui para visualizar a publicação do extrato do Acordo Setorial de Lâmpadas no DOU de 12 de março de 2015.

As empresas signatárias apresentaram o Manual de Diretrizes Operacionais para Implantação e Operação do Sistema de Logística Reversa, que é parte integrante da proposta para Acordo Setorial da Indústria de Lâmpadas, como solicitado pelo MMA.

GT de Resíduos do Ethos

O Grupo de Trabalho (GT) de Empresas e Resíduos Sólidos do Instituto Ethos acompanhou atentamente os processos de aprovação do Acordo Setorial de Lâmpadas Fluorescentes de Vapor de Sódio e Mercúrio e de Luz Mista e realizou contribuições para o Acordo Setorial de Embalagens em Geral.

O foco de trabalho do grupo é o acompanhamento e implementação da PNRS, bem como contribuir para a harmonização das políticas de resíduos sólidos estaduais e municipais em todo o país, criar compromissos empresariais na gestão de resíduos sólidos e acompanhar seu andamento. O GT ainda traz como prioridade a troca de experiências entre pessoas físicas e jurídicas em âmbito nacional no setor de resíduos.

Os interessados em participar das atividades do GT devem entrar em contato com a Secretaria Executiva, pelo e-mailsecretaria.residuos@ethos.org.br.

Texto original em : http://www3.ethos.org.br/cedoc/acordo-setorial-de-lampadas-tem-extrato-publicado-no-dou/#.VQoI-I6G-yQ

Fonte: Sistema Nacional de Informações Sobre a Gestão dos Resíduos Sólidos (Sinir)

17/3/2015

Logística reversa de lâmpadas tem acordo setorial assinado. Post por MMA – Ministério do Meio Ambiente

Martim Garcia/MMA
Responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida

Cerimônia aconteceu nesta quinta-feira (27/11) em Brasília com representantes do setor

Por: Rafaela Ribeiro e Tinna Oliveira – Edição: Vicente Tardin

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e entidades representativas do setor de lâmpadas fluorescentes de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista assinaram, nesta quinta-feira (27/11), em Brasília, acordo setorial que estabelece a logística reversa desses produtos.

O acordo está previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), de 2010. A lei que institui a política (12.305/2010) prevê que fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de um determinado produto que possa causar danos ao meio ambiente ou à saúde humana criem um sistema de recolhimento e destinação final independente dos sistemas públicos de limpeza urbana.

A ministra Izabella Teixeira considerou um avanço assinar esse acordo que leva a novos caminhos para o desenvolvimento do país, destacando que a logística reversa reflete uma mudança de cultura. “Agora temos como desafio a capacidade de implantação do acordo, olhando para um país de dimensões continentais”. Também reforçou a importância de continuar avaliando os mecanismos e inserindo novos atores nos processos.

O acordo é válido por dois anos contados a partir da sua assinatura. Ao final desse período, deverão ser revisados a fim de incorporar os ajustes que se fizerem necessários para o seu bom funcionamento e a sua ampliação para o restante do país. O acordo garante retorno dos resíduos (aquilo que tem valor econômico e pode ser reciclado ou reutilizado) à indústria, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos.

NEGOCIAÇÃO

O acordo prevê responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos e propicia que esses materiais, depois de usados, possam ser reaproveitados. A proposta passou por consulta pública e aprovação do Comitê Orientador para a Implantação da Logística Reversa (CORI). O Comitê é composto por representantes dos ministérios do Meio Ambiente, Saúde, Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Agricultura e Abastecimento e Fazenda.

Ney Maranhão, secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do MMA, enfatizou a construção progressiva do acordo. “Daqui a dois anos vamos revisar, aprendendo com a experiência e informando cada lado com transparência”, disse. Ele falou também sobre a postura inovadora da indústria que, ao fazer parte deste acordo, ganha um grande diferencial.

Fazem parte do acordo:

  • Alumbra Produtos Elétricos e Eletrônicos
  • Brasilux Ind. Com. Imp. Exp. Ltda
  • Bronzearte Ind. e Comércio Ltda
  • Biosfera Importadora e Distribuição Ltda
  • DMP Equipamentos Ltda
  • Eletro Terrível Ltda
  • Eletromatic Controle e Proteção Ltda
  • Elgin S/A
  • Foxlux
  • Ideal Importação e Exportação Ltda
  • Kian Importação Ltda
  • LPS Distribuidora e Materiais Elétricos
  • Lorenzetti Ind. Brasileiras Eletrometalurgicas
  • Marschall Ind. Com. Imp. Exp. Ltda
  • Melcor Distribuidora Ltda
  • Multimercantes Ltda
  • New Satélite Materiais Elétricos
  • Panasonic Distribuidora do Brasil
  • Paulista Business Imp. Exp. Ltda
  • Remari Comércio Ltda.
  • Spectrum Brands Brasil e Ind. e Comércio
  • Rov Holding INC
  • Associação Brasileira da Indústria de Iluminação
  • GE Iluminação do Brasil Com. de Lâmpadas Ltda.
  • Havells-Sylvania Brasil Iluminação Ltda.
  • Osram do Brasil Ltda.
  • Philips do Brasil Ltda.
  • Ourolux
  • Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação
  • R&D Comércio e Importadores de Materiais Elétricos
  • Confederação Nacional do Comércio
  • Confederação Nacional da Indústria

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA) – Telefone: 61.2028 1227

Acordo Setorial de Lâmpadas – O que muda?

alicegalo3

A coluna PILZ no Jornal do Pontal da última sexta-feira, dia 26.09.14 fala sobre o texto do acordo setorial de lâmpadas.

Tanto esse acordo setorial quanto o de embalagens em geral estão disponíveis para consulta pública até dia 15 de outubro: https://www.consultas.governoeletronico.gov.br/ConsultasPublicas/consultas.do?acao=exibir&id=139

 

 

Resíduos que trazem oportunidades e desenvolvimento por Alice Drummond

Palestra: As oportunidades da Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e o Lançamento da PLATAFORMA ITUIUTABA LIXO ZERO

alice10deabril

Formada em Relações Públicas – Puc minas; Especialista em desenvolvimento sustentável e direito ambiental pelo Centro de Desenvolvimento Sustentável da UnB; Mestranda em estudos internacionais com especialização na América Latina e gestão em meio ambiente no Instituto de Altos Estudos da América Latina da Sorbonne Nouvelle Paris 3

 

O tema Resíduos Sólidos é uma preocupação urgente e planetária sendo discutida hoje, localmente e globalmente.

De acordo com dados da ONU, o Brasil recicla 95% das latas de alumínio, 55% de PET e metade do papel e vidro são reciclados gerando uma economia de 2 bilhões de dólares por ano, e com isso,  elimina 10 milhões de toneladas de gás de efeito estufa na atmosfera.

Embora isso aconteça, cinco bilhões de dólares ainda são perdidos, indo para o aterro sanitário ou lixões. O que significa que “estamos deixando de fazer muita coisa”.

O Brasil possui por volta de 500 mil catadores, cooperados e coletores de materiais recicláveis, mas esse número pode ser muito maior.

Com a possível criação de uma rede de cooperativas no Pontal do Triângulo Mineiro, tem-se a oportunidade da criação e desenvolvimento do mercado para a reciclagem, trazendo desenvolvimento para Ituiutaba. Assim, paramos de pensar em reciclagem e resíduos como “ambientalistas chatos”, mas de maneira a valorizar a questão econômica, política, que gera renda, desenvolve economicamente uma sociedade, aumenta o poder de consumo e gera educação.

E é isso que buscamos para Ituiutaba. É o que a Plataforma Ituiutaba Lixo Zero pretende, mobilizar “as tropas” e sensibilizá-las para o lixo zero. Os objetivos da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero são: cooperação entre as diferentes esferas do poder público, setor empresarial e demais segmentos da sociedade, o reconhecimento da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida do produto e do resíduo sólido reutilizável ou reciclável como um bem econômico de valor comercial gerador de trabalho e renda e promotor da cidadania.

Acesse aqui a apresentação: MOBILIZAÇÃO-Lançamento Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

Fórum Setorial Lâmpadas, Pilhas e Baterias

Foto: Humberto Minéu
Foto: Humberto Minéu

A UNOPAR nos recebeu dia 30 de abril, entre 13h e 15h, para a realização do Fórum Setorial de Lâmpadas, Pilhas e Baterias.

Esse é o terceiro Fórum Setorial realizado no âmbito da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

Os anteriores: Fórum Setorial de Resíduos Agropecuários e Fórum Setorial Óleos Lubrificantes e Pneus.

PRESENÇAS

O Fórum Setorial Lâmpadas, Pilhas e Baterias contou com a presença dos representantes das seguintes instituições:

Copercicla – Cooperativa de Reciclagem de Ituiutaba
CAAP – Cooperativa de Agentes Ambientais
Secretaria Municipal Educação Esporte e Lazer
Câmara Municipal
FIEMG
Unopar
IFTM
Venture
Pontual Supermercados
Supermercado Souza
Nova Elétrica
Ludicel Distribuidora
Farmácia Cruzeiro
Comunidade em geral – Engenheiro Agrônomo
Alunos de Pós Graduação e Gestão Ambiental
 
Diagnósticos e Encaminhamentos – Fórum Setorial de Lâmpadas, Pilhas e Baterias

Uma vez mais, pudemos perceber como o assunto gera o interesse das pessoas que se relacionam com os problemas da destinação e descarte de certos produtos. Nesse caso em especial: lâmpadas, pilhas e baterias.

No Quadro 1 estão relacionados os maiores “problemas” em relação ao gerenciamento desses resíduos.

Quadro 1. Diagnóstico do descarte de resíduos sólidos no setor lâmpadas, pilhas e baterias apresentado pelos presentes

Situação Representante(s)
Dificuldade de fornecedores de coletores na cidade Maria Faria – Sec Educação
Entrega de celulares junto com as baterias no coletor Henrique – IFTM
Fornecedor recebendo só a do fabricante e o consumidor vem com lâmpadas queimadas de outra marca Renata – Nova Elétrica
Como trabalhar a destinação das lâmpadas sem a regulamentação específica Lívia – SRE
Dificuldade em descartar as baterias grandes Edineia – Ludicel
Para onde o consumidor de lâmpadas deve entregar? Aline – Venture
Promover a tomada de consciência do consumidor Rodrigo – Pontual
Venture criou um cata pilhas para a tomada de consciência dos clientes e entrega aos correios Aline – Venture
Pontual disponibiliza cata pilhas em todas as lojas e destina aos correios Rodrigo – Pontual
Ausência de participação do poder público no fórum Luiz e Vanúsia

 

Embora ainda não haja um acordo setorial para as lâmpadas, pilhas e baterias, a Plataforma Ituiutaba Lixo Zero acredita que dividindo esse conhecimento, relativamente novo, teremos legisladores, administradores públicos, comerciantes e consumidores mais responsáveis.

Essa cadeia do conhecimento é que vai  atender a demanda da logística reversa, que é a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida do produto. Nada mais que cada um, responsável dentro de sua condição e oportunidade, para que os resíduos retornem à cadeia produtiva.

O Quadro 2 nos apresenta como os atores relativos a cadeia produtiva das pilhas e baterias propoem formas de encaminhamentos para esse novo modelo em Ituiutaba.

Quadro 2. Propostas de soluções para o descarte correto de resíduos do setor lâmpadas, pilhas e baterias

Proposta de solução Proponente(s)
Ver com correios recebimento de materiais recolhidos em empresas Hilda – FIEMG
Ter uma legislação específica e local acerca da destinação das lâmpadas usadas Lívia – SRE
Levantar nomes, contatos de empresas ou pessoas que recolham as baterias grandes Luiz – Ludicel
Os comerciantes encaminharem aos respectivos sindicatos/entidades de classe a demanda de articulação com fabricantes e importadores para a criação da estrutura local Humberto
Promover trabalho informativo de tomada de consciência do consumidor para devolução desses resíduos Rodrigo – Pontual
Iniciativa do poder público municipal na articulação para a destinação correta desses resíduos Vanúsia – CâmaraLuiz
Reforçada a necessidade do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Alice

 

Resultados dessa nova postura? Prevenção à poluição, diminuição da extração de recursos naturais, desenvolvimento de tecnologia e aquecimento da economia.

Acesse aqui o DOCUMENTO SÍNTESE elaborado por Humberto Minéu: Documento Síntese-Fórum Setorial Lâmpadas, Pilhas e BateriaS

DSCN1559

DSCN1554

Foto: Emmeline Aparecida Silva
Foto: Emmeline Aparecida Silva
LEGISLAÇÃO

A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS, Lei 12.305/2010, em especial a parte referente à logística reversa e a responsabilidade compartilhada foi apresentada ao público, como também a Resolução do CONAMA 401/2008, que estabelece os limites máximos de chumbo, cádmio e mercúrio para pilhas e baterias comercializadas no território nacional e os critérios e padrões para o seu gerenciamento ambientalmente adequado, e dá outras providências.

Acesse aqui a apresentação feita por Humberto Minéu

Mesmo não tendo sido apresentada no Fórum, vale a pena considerar a Deliberação Normativa Copam nº. 188/2013, que nos apresenta o cronograma dos editais de Chamamento Público para os sistemas de logística reversa no estado de Minas Gerais. Segundo essa deliberação normativa, para as pilhas e baterias o prazo é 2014 (Art. 4º, II) –  e no caso das lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio, vapor de mercúrio, outros vapores metálicos, de luz mista e lâmpadas especiais que contenham mercúrio o prazo é o ano de 2015 (Art. 4º, IV)

Em relação às lâmpadas, ainda é inexistente uma resolução do CONAMA ou o acordo setorial que regulamente a logística reversa para a cadeia.

Por outro lado, agrotóxicos, óleos lubrificantes, pneus e pilhas e baterias são produtos que já possuem sistemas de logística reversa implanatados anteriores à PNRS.

Segundo, ZIlda Veloso, diretora do Departamento de Ambiente Urbano da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente MMA, a previsão da publicação dos acordos setoriais das cadeias produtivas submetidas à logística reversa, incluindo medicamentos e embalagens em geral, não passa do ano de 2014. Vamos acompanhar!

Obrigada a todos que participaram, que trouxeram suas dúvidas e experiências.

Obrigada Unopar, por nos receber.

Próximo Fórum Setorial Educação: Dia o8 de maio a  FACIP/UFU será a anfitriã do Fórum Setorial de Educação. Estão todos convidados.

Contato: Alice Drummond pelo email: lixozeroitba@gmail.com
 

MÍDIA G1.GLOBO/TV INTEGRAÇÃO – I ENCONTRO MUNICIPAL DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE ITUIUTABA

http://globotv.globo.com/tv-integracao-triangulo-mineiro/bom-dia-minas-tv-integracao/v/ituiutaba-recebe-1o-encontro-municipal-de-gestao-integrada-de-residuos-solidos/3407944/

http://g1.globo.com/videos/minas-gerais/triangulo-mineiro/mgtv-1edicao/t/triangulo-mineiro/v/secretaria-de-meio-ambiente-lanca-projetos-em-uberaba/3413287/

I Encontro Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Ituiutaba

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero convida para o I Encontro Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

Evento ocorre durante todo o dia 11 de junho, quarta-feira, de 08h às 17h, Câmara Municipal de Ituiutaba.

conviteGIRS

As atividades da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero – Projeto Piloto se desdobraram entre 10 de abril até então, em diversas atividades construtivas como o I Encontro da Coleta Seletiva em Ituiutaba e os dez anos da Copercicla, os Fóruns Setoriais, o Mutirão para a correta separação e a Mostra de Cinema – Multicine Ambiental – Repensando nossas ações.

No dia 11 de junho, quarta-feira próxima, a Câmara Municipal de Ituiutaba acolherá durante todo o dia, o I ENCONTRO MUNICIPAL DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS.

O I Encontro Municipal de GIRS de Ituiutaba  foi idealizado para proporcionar espaço de discussão e proposições em relação a questão dos resíduos sólidos no município. Trata-se de apresentar a situação atual a partir dos estudos existentes, numa abordagem construtiva por meio dos atores envolvidos na Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e aplicação da logística reversa.

Este encontro finaliza a programação deste semestre de atividades da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, culminando os trabalhos e discussões realizadas nos fóruns setoriais de Agropecuária; Pneus e Óleos Lubrificantes; Lâmpadas, Pilhas e Baterias; Educação; Serviços de Saúde; Eletroeletrônicos e Resíduos de Construção e Demolição.

O evento reúne dados de pesquisas realizadas no município e conta com prelecionistas da academia, poder público e setor produtivo. As visões, os desafios e as perspectivas são objeto de debate e apresentação de propostas na construção de uma ambiente melhor para todos, no exercício da responsabilidade compartilhada.

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero convida a sociedade Ituiutabana a comparecer e conhecer um pouco mais do que se trata essa tal GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS, quais as suas dimensões e principalmente como podemos avançá-la em nosso município.

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero espera que num futuro próximo isso seja objeto de interesse de toda a população e que a sociedade disponha de formas e condições de colaboração na transformação de “lixo” em dinheiro, saúde, desenvolvimento e oportunidades sociais, além da preservação do nosso meio ambiente.

Sejam bem vindos. A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero e seus parceiros esperam por vocês quarta-feira, na Câmara Municipal de Ituiutaba, a partir das 08h.

Agendem-se e compareçam.

PROGRAMAÇÃO

Data: 11/06/2014

Horário: 08h às 12h e 13h30 às 17h

Local: Auditório da Câmara de Vereadores de Ituiutaba/MG – Capacidade: 160 pessoas

 Objetivos:

  • Promover a discussão sobre a gestão integrada de resíduos sólidos e seus benefícios para o município e sociedade
  • Apresentar e discutir a situação atual e cenários da destinação dos resíduos sólidos no município
  • Promover a discussão da logística reversa, com seus desafios para o setor público e privado
  • Incentivar o envolvimento dos diversos atores na elaboração e aplicação do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

 

MANHÃ – Painel I – A Gestão Integrada de Resíduos Sólidos – situação e perspectivas
Horário ATIVIDADE PRELECIONISTA
08h às 08h30 Inscrições
8h30 às 09h Abertura Prefeito MunicipalPresidente da Câmara

FIEMG – Representando o setor produtivo

IFTM – Representando as Instituições de Ensino

Organização do evento

09h 

 

 

09h20

 

 

09h40

 

 

10h00

Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (GIRS): da Política Nacional de Resíduos Sólidos a elaboração do Plano Municipal 

A experiência de Capinópolis com o Plano Municipal de GIRS

 

Tecnologia e suas aplicações na GIRS

 

 

Os ganhos ecológicos e econômicos com a GIRS

Humberto Ferreira Silva Minéu – IFTM/Câmpus Ituiutaba 

 

Volnei Ferreira Paiva -Secretário de Meio Ambiente – Capinópolis

 

Hilano José Rocha de Carvalho – Eng. de Produção – FACIP/UFU

 

Weslley do Amaral Prado – Sebrae

 

10h20– 10h40 Intervalo
10h40 

 

 

11h

Impactos do descarte incorreto no centro e periferia da cidade 

 

A mobilização e comunicação social no desenvolvimento da GIRS

Guilherme Garcia da Silveira – Biologia – FACIP/UFU e Humberto Minéu – IFTM/Campus Ituiutaba 

Alice Marquez Peres Drummond – Relações Públicas, Especialista em Desenv. Sustentável e mestranda na  Sorbonne Nouvelle Paris 3

11h20 às 12h Debate
12h às 13h30 Almoço

 

TARDE – Painel II – A logística reversa na GIRS: situação, desafios e perspectivas
Horário ATIVIDADE PRELECIONISTA
13h30 

 

14h

 

 

14h30

 

 

 

 

15h

Logística reversa de resíduos sólidos em Ituiutaba: responsabilidades frente a PNRS 

Logística reversa na coleta seletiva: o caso da Copercicla (estudo das rotas)

 

Desafios e perspectivas para a implantação da logística reversa pelo setor produtivo

 

 

 

A visão e as ações do município de Ituiutaba para a implantação da logística reversa

Flavio da Costa Santos – Perito Ambiental/MP-GO 

Silvia Araújo dos Reis – Eng. de Produção – UFU

 

Eronides Alves de Oliveira – Representante do Setor produtivo (ACII, CDL, FIEMG, Sindcomércio)

 

Carlo Novaes – Secretário de Planejamento/Presidente do Conselho Municipal de Meio Ambiente

15h30-15h50 Intervalo
15h50 Debate
17h Encerramento

 

watercolor-footsteps-circle-card