Arquivo da tag: responsabilidade sócio-ambiental

Empresas se cadastram no Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes

Empresas se cadastram no ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes e realizam descarte correto de embalagens plásticas.

E você, consumidor, também é responsável, basta escolher bem, saiba mais:

VOCÊ SABIA?

  1. Que embalagem de óleo lubrificante é resíduo perigoso e contaminante?
  2. Que VOCÊ, consumidor, também é responsável pelo descarte correto?
  3. Que em Ituiutaba existe um ECOPONTO para isso?

FAÇA A SUA PARTE, EXERÇA SUA RESPONSABILIDADE

Descarte a embalagem de óleo lubrificante nos locais abaixo:

  1. ECOPONTO, em frente a CASEMG
  2. Na empresa que você comprou e exija dela a destinação correta

 

ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes                                                          

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes viabiliza a logística reversa das embalagens de óleos lubrificantes no município de Ituiutaba.

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes é uma iniciativa da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero em parceria com a Prefeitura Municipal de Ituiutaba, através da Secretaria de Obras e da Secretaria de Meio Ambiente com o apoio do Centro de Controle de Zoonoses.

Fazem parte do Ecoponto, 34 empresas cadastradas que oferecem a seus clientes um serviço responsável com a destinação correta dos resíduos perigosos.

Dê sempre preferência às empresas com o selo ECOPONTO e seja você também responsável pelo desenvolvimento sustentável no município de Ituiutaba:

Auto Maiss

Auto Mecânica do Peteco

Auto Nível Centro Automotivo

Auto Pneus

Catatau Mecânica e Torneadora

CFL – Construtora Ferreira e Lima

Cunha Veículos

Futura Pneus

FV Diesel

Bozó Auto Peças

Marcelo Auto Center

RC Mecânica

Renato Motos

Revisa Auto Center

Silas Auto Mecânica

Silmac Retífica de Motores

Torneadora Universal

D’stak Centro Automotivo

Auto Peças Ricardo Balli

RicardoBalli

 

Auto Peças Quirino

QUIRINO

Autocar

AUTOCAR

Brazito Tratores

BRAZITO

Eletro Ar

ELETRO AR

Ford’s Car

FORD'S CAR

Guima Motos

GUIMA MOTOS

Imperial Diesel

IMPERIAL DIESEL

Inject Car

INJECTCAR

JR Peças e Oficina

JR

Mecânica 3 Amigos

MECÂNICA 3 AMIGOS

Mecânica Finholdt

M.Finholdt

Mecatril Tratores e Implementos Agrícolas

MECATRIL

Multi Motos

MULTI MOTOS

Oliveira e Brito

OLIVEIRA E BRITO

Unicar Centro Automotivo

UNICAR

 

LOGÍSTICA REVERSA / RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA

 

Para saber mais acesse: www.plataformaituiutabalixozero.wordpress.com e acompanhe as redes sociais do Ecoponto

Facebook do Ecoponto: www.facebook.com/ecopontoitba

Instagram: @ecopontolixozero

 

 

Você, empresário, que queira se cadastrar entre em contato através do telefone/ whatsApp: 9.9228 5281 e fale com a coordenadora do Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes, Adelanne Borges.

RESULTADOS FORUM SETORIAL DE RESÍDUOS AGROPECUÁRIOS + DOCUMENTO SÍNTESE

embalagens -agrtoxicos

O Fórum Setorial de Resíduos Agropecuários, realizado no dia 16 de abril de 2014, às 15h, na Secretaria Municipal de Agricultura, foi rico em diversidade, e teve características de mesa-redonda.

Os quadros abaixo foram disponibilizados em “tela grande” e preenchidos em conjunto, durante o Fórum Setorial de Resíduos Agropecuários.

Cada participante que levantou uma questão, relatou uma experiência e sugeriu uma solução (  ou busca dela), verificou ao final, se sua colocação estava de acordo com o que ele queria dizer e expressar.

Houve concordância de todos os presentes em relação às suas falas.

As questões relevantes e recorrentes, relativas à logística reversa das embalagens de agrotóxicos e afins, são:

  • Distância da central de recolhimento da ADICER, considerando pequenos produtores pequenas quantidades.  (https://www.facebook.com/adicermg )
  • Necessidade de articulação PELO PODER PÚBLICO e ENTRE os atores para a organização do recebimento das embalagens.
  • Necessidade de fiscalização mais presente
  • Necessidade de conscientização dos moradores da área rural e urbana; parceria com as instituições de ensino, Copercicla; Educação Ambiental; Prefeitura; EMATER, Sindicatos;
  • Envolvimento do Poder Legislativo
  • Necessidade do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (cuja responsabilidade é do poder público executivo)

 Quadro 1. Diagnóstico do descarte de resíduos sólidos no setor agropecuário apresentado pelos presentes

Situação Representante(s)
Quantidade de compra pelo pequeno produtor e consequências para o prazo de devolução e entrega na central devido à distância Eduardo (Sec. Agric.), José Divino (Sind. Trab. Rurais), Joel (UAI-TEC);
Funcionamento da Central de recebimento – ADICER (Capinópolis) – antes ficava sempre funcionando agora é por agendamento Eduardo (Sec. Agric.)
Embalagens de papelão recebidas pela coleta seletiva – como fica a segurança de não estarem contaminadas; Helder
Distância da central para entrega de pequenas quantidades de embalagens José Divino,
Tempo para a devolução – confuso na legislação Marcos (UNOPAR)
Venda de produtos em pontos comerciais sem o receituário; as empresas fazem registro no Ministério da Saúde e não precisam devolver a embalagem; sai fora da fiscalização do IMA; Joel (UAI-TEC);, Marcos(UNOPAR)
Consciência do produtor quanto a destinação correta desde a compra, mas envolvendo toda a cadeia Adair (EMATER), José Divino (Sind. Trab. Rurais)
Confusão na legislação quanto aos locais para devolução das embalagens; Marcos (UNOPAR)
Carência de fiscalização municipal em pessoal, equipamentos Aguinaldo (UNOPAR), Eduardo (Sec. Agric.)
Coleta seletiva dos resíduos recicláveis gerados no meio rural (José Divino tem requerimento para coleta rural; era nas escolas) Humberto

 

Quadro 2. Propostas de soluções para o descarte correto de resíduos do setor agropecuário

Proposta de solução Proponente(s)
Ter local adequado para receber pequenas quantidades de embalagens José Divino (Sind Trab Rurais)
Poder público local articular os segmentos produtivos para organizar o recebimento das embalagens Helder (MC Plásticos)
Elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos; regulamentação municipal estabelecendo as competências e responsabilidades;Ação de fiscalização mais presente, pelo poder público, entidades de classes; Volnei (Capinópolis);Julio (IFTM)
Organização dos municípios vizinhos para resolver o problema em conjunto – Consórcios municipais (22 municípios) Volnei(Capinópolis);
Promover maior tomada de consciência do produtor rural quanto a destinação dos resíduos; envolver as escolas Adair (EMATER)Samuel (IFTM)
Agir de forma articulada entre as entidades com responsabilidade na regulação e fiscalização da destinação dos resíduos Humberto, Alice
Conhecer experiências de centrais que funcionem bem – Viçosa, Uberaba, Sorriso Samuel (IFTM)
Posto provisório de recebimentos em menor distância Júlio (IFTM)
Articulação pelo poder público para definição de local para as revendas receberem as embalagens(Indicação realizada pelo legislativo para área com esta destinação) Samuel (IFTM)
Pontos de coleta em escolas, comunidades – Ecopontos Eduardo (Sec. Agric.), José Divino (Sind Trab Rurais), Joel (UAI-TEC)
Promover tomada de consciência dos moradores da área rural e urbana; parceria com as instituições de ensino, Copercicla; Educação Ambiental; Prefeitura; EMATER, Sindicatos; Aguinaldo (UNOPAR),Guilherme, Helder
Pesquisa de geração de resíduos no meio rural Júlio (IFTM)
Comissão na câmara para discutir a legislação aplicada ao setor agropecuário Humberto

 

EM ALTA

A responsabilidade compartilhada implica em ações e atitudes encadeadas, ou seja, uma depende de outra – essa últimadeverá ser exercida por outro ator. A mútua compreensão e articulação é a chave do sucesso para o desafio da logística reversa.

Os participantes se mostraram engajados e cheios de experiências positivas que podem e devem, ser replicadas. Verificou-se uma grande boa vontade e motivação, o que, para a Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, é simplesmente TUDO.

Além disso tivemos acesso a dois documentos de belo caráter, emanados da Câmara Municipal De Ituiutaba, pelos esforços do vereador José Divino. Obrigada por compartilhar!

Disponibilizamo-nos abaixo:

“(…) o requerimento de implantação da coleta seletiva,bem como a colocação de lixo nas comunidades rurais e assentamentos do município de Ituiutaba”.  (15 de Outubro de 2013)

INDICAÇÃO CM_xx_2013 - José Divino1

” (…) a indicação ao poder público executivo, para que através da Secretaria Municipal de Agricultura, disponibilize local adequado para armazenagem e equipe capacitada para o recebimento e destinação de embalagens de Agrotóxicos , das propriedades do município, por solicitação de nossos agricultores” ( 19 de Agosto de 2013)
REQUERIMENTO CM_xx_2013José Divino2
 
 EM BAIXA

Considerando a ausência dos representantes e revendedores de produtos agrícolas, o Fórum Setorial perdeu em qualidade e em possibilidades. A falta do ponto de vista e da experiência de atores tão importantes para essa discussão, deixou a nossa mesa redonda com uma lacuna impossível de ser preenchida. Não há ninguém que possa falar em seu lugar, relatar as dificuldades e responsabilidades dos mesmos.

Lembramos que esse é um espaço aberto e de diálogo e sempre é tempo, pois essa conversa tende a ser longa.

DOCUMENTO SÍNTESE DO FÓRUM SETORIAL DE RESÍDUOS AGROPECUÁRIOS

Disponibilizo aqui o Documento Síntese – Fórum Setorial de Resíduos Agropecuários redigido a quatro mãos por Humberto Minéu e Marcos Vilela de Moura Leite.

 

 

 

FÓRUM SETORIAL LÂMPADAS, PILHAS E BATERIAS

pilhas e baterias(1) LAMPADAS

Amanhã, quarta-feira, dia 30 de abril, às 13h, a UNOPAR abre suas portas para o Fórum Setorial de Lâmpadas, Pilhas e Baterias da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

Os parceiros da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero e seus convidados terão a oportunidade de conhecer e tirar dúvidas sobre a legislação acerca da produção, comercialização e destinação ambientalmente adequada das lâmpadas, pilhas e baterias.

Esse Fórum Setorial reserva uma grande oportunidade para o poder público, o setor privado e a comunidade conhecerem como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, 12.305/2010 , a RESOLUÇÃO CONAMA n° 401,  e a Deliberação Normativa Copam nº. 188 tratam a logística reversa para as lâmpadas, pilhas e baterias.

Os Fóruns Setoriais da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, objetivam, após a apresentação da legislação específica,  o levantamento das dificuldades enfrentadas pelos produtores, comerciantes, consumidores e poder público.

Uma vez levantadas as dificuldades, os participantes do Fórum se voltam para a busca de soluções em conjunto, contando com uma postura pró-ativa e colaborativa.

Interessados, enviar um email para lixozeroitba@gmail.com

 

PREPARAÇÃO PARA O FÓRUM SETORIAL ÓLEOS LUBRIFICANTES E PNEUS

oleo3imagens

O Fórum Setorial Óleos Lubrificantes e Pneus é  destinado à logística reversa dos óleos lubrificantes e suas embalagens e dos pneus.

Para os interessados na discussão acerca dos óleos lubrificantes, disponibilizo abaixo dois link interessantes.

A Resolução do Conama nº 362, de 23 de junho de 2005, dispõe sobre o recolhimento, coleta e destinação final de óleo lubrificante usado ou contaminado.

Já o Acordo Setorial de embalagens plásticas de óleos lubrificantes foi foi o primeiro a ser assinado, em 28 de dezembro de 2012, conforme texto da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Sobre os Pneus, em breve informações.

Comentários são sempre bem vindos!

 

Fórum Setorial Óleos Lubrificantes e PNEUS

O próximo Fórum Setorial, realizado pela Plataforma, tratará das questões relativas aos Óleos Lubrificantes e Pneus.

Quem tiver interesse em participar entre em contato pelo email: lixozeroitba@gmail.com ; ok!?

convitefsoleospneus

SÉRIE DE PALESTRAS Desafios e perspectivas do setor produtivo para a coleta seletiva POR JAYME BATISTA Gonçalves Filho

Palestra:

Desafios e perspectivas do setor produtivo para a coleta seletiva.

jayme10deabril

Jayme Batista Gonçalves Filho
Engenheiro Mecânico pela UFMG e Tecnólogo em Marketing pela UNOPAR; Pós graduado em Gerência de Empresas; tem sua trajetória desde estagiário, funcionário e gerente em empresas ligadas a áreas produtivas da engenharia; há 17 anos está a frente da Venture Veículos Ltda, Concessionária Fiat no Pontal do Triângulo, como Diretor Administrativo e sócio proprietário. Atua na ACII como 3º Vice Presidente; Diretor da Abracaf (Associação dos Concessionários Fiat do Brasil) e Diretor Regional do Sincodiv-MG (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos de Minas Gerais).
 

A quarta palestra do evento foi realizada por Jayme Batista, representante do setor produtivo, e teve como tema, os desafios e perspectivas do setor produtivo, destacando a sustentabilidade e refletindo sobre as questões ambientais.

Jayme levantou as questões de logística reversa, enfatizando objetos de produtos perigosos, como o descarte de embalagens de óleos lubrificantes. Enfatizou a importância da conscientização da população em relação ao descarte deste tipo de resíduo que, por ser extremamente nocivo ao meio ambiente é, na mesma proporção, importante visar o menor impacto ao meio ambiente.

O dever social do setor produtivo em relação ao meio ambiente e  ações de sustentabilidade foi ressaltado. Campanhas de conscientização e motivação das pessoas, colaboradores e sociedade em geral são muito importantes.

Em relação aos colaboradores, considerando as diferenças de percepção ambiental de uma equipe,  Jayme enfatizou a necessidade de treinamentos, diálogos e educação ambiental, para que todos atinjam o nível para trabalhar questões como a reciclagem. Nesse sentido Jayme afirma que  “os colaboradores precisam ter visão, precisamos criar uma cultura ambiental, tendo uma mesma linguagem e o pensamento como um todo

Vale ressaltar que é importante conscientizar não somente as entidades, os colaboradores e as organizações, mas também a comunidade como um todo. Projetos de sustentabilidade, educação ambiental,  entre outros métodos auxiliarão o aumento da reciclagem, que por sua vez agrega diversos fatores positivos na economia, sociedade e  meio ambiente. A conscientização relativa aos produtos nocivos ao meio ambiente  é fundamental,  pois com conhecimento do descarte correto muitos danos ao meio ambiente como contaminação de solos, água e ar poderão ser evitados.

Post escrito por:

Matheus Eduardo Souza Teixeira,Discente do Curso de Geografia FACIP/UFU, Discente do Curso Técnico em Comércio IFTM; Estagiário do LAGEOTEC (Laboratório de Geotecnologias); Bolsista no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, Cel. : 034 9673 – 8318, e – mail: matheuseduardo002@gmail.com

Foto:

Ricardo Henrique da Silva Gomes, Graduando 5° Período de Publicidade e Propaganda, Faculdade Triangulo Mineiro FTM, Bolsista da FAPEMING