Compostagem e Reciclagem na educação infantil: esse é o exemplo do CEMEI Luiza Maria de Paula, de Santa Vitória.

Esta coluna comemora o dia internacional de combate à desertificação, 17 de junho.

Em uma coluna publicada nesse espaço, no dia 24 de maio e publicado também aqui neste blog, contamos a participação da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero no evento organizado pela Secretaria Municipal de Educação, com gestoras e professoras das escolas públicas municipais e estaduais de Santa Vitória, a fim de tratar dos assuntos relacionados aos resíduos sólidos nesses estabelecimentos.

Após não mais de duas semanas fomos contatados pelas senhoras Keila de Lima Barbosa e  Marcia Moura, diretora e vice-diretora do Centro Municipal de Educação Infantil Luiza Maria de Paula e professora da educação infantil. Elas nos deram a bela notícia de que haviam iniciado os trabalhos de compostagem e coleta seletiva.

O CEMEI Luiza Maria de Paula, conta com 58 funcionários e sete deles estão envolvidos diretamente na separação das cascas de resíduos orgânicos nas atividades da cozinha, enquanto que 55 estão envolvidos na coleta seletiva dos materiais recicláveis, desenvolvendo uma comunicação com os pais e alunos.

Na sala de aula a vice-diretora que também é professora, Marcia Moura, trabalha com 19 alunos de quatro anos, já no CEMEI Luiza Maria de Paula são por volta de 150 alunos envolvidos nas ações. Segundo, Marcia Moura, as novas atividades fazem os olhos brilhar de quem assiste de perto a transformação acontecer. Ela acrescenta que essa percepção vai além da escola e que, tanto alunos como funcionários estabelecem uma co-relação com os resíduos produzidos em casa, almejando a solução para suas casas também.

RESULTADOS EM DUAS SEMANAS

De recicláveis até agora já foram recolhidos:

32 kg de PET

7,35 kg de ALUMÍNIO

23,20 kg de PAPELÃO

5,85 kg de OUTROS

A Compostagem está de vento em popa: há a separação na cozinha, os resíduos são preparados com a serragem pelos alunos, professores e funcionários, o local foi destinado e recebe a porção diária e em duas semanas foi possível ver a cor escura nos montes de compostagem. Em breve colocarão minhocas.

Além disso, Marcia Moura conseguiu algumas mudas de flores para que sejam plantadas revitalizando o jardim do espaço. O composto certamente será usado para adubá-las.

Marcia Moura ressalta que a dinâmica da equipe é excepcional e que todos se animaram com o desafio. A equipe então começou a perceber os resultados trazendo ainda mais motivação. “A escola toda está envolvida com a compostagem e a coleta seletiva, funcionários, professores, alunos e mais, os pais dos alunos. A satisfação é coletiva.”

O resultado disso é menos resíduos para o lixão e mais riqueza para o solo no combate à desertificação. Estas crianças seguramente terão uma percepção mais clara em relação às necessidades atuais e serão mais preparadas para trazer benefícios para o ambiente em que habitam.

A Plataforma mais uma vez parabeniza a iniciativa da Prefeitura Municipal de Santa Vitória, no nome do prefeito municipal Salim Curi por meio da Secretaria Municipal de Educação, capitaneada pela secretaria municipal Francisca Vânia de Oliveira Silva. Agradecimentos especiais à Carlene e a toda a equipe do CEMEI Luiza Maria de Paula, que estão promovendo a transformação aqui e agora de uma maneira simples e eficiente.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Faça você também, acesse e saiba como: www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero

www.plataformaituiutabalixozero.wordpress.com

 

ECOPONTO DE EMBALAGENS PLÁSTICAS DE ÓLEOS LUBRIFICANTES É REALIDADE

 O coquetel de lançamento foi realizado no último dia 31 de maio. O evento aconteceu no Salão de Eventos do Líder Hotel e reuniu os empresários do setor que já estão cadastrados e autoridades dos poderes públicos locais. A iniciativa se dá por meio da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, gestora do ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes, em parceria com a Prefeitura Municipal de Ituiutaba.

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes viabilizará a logística reversa das embalagens de óleos lubrificantes no município de Ituiutaba e tem por objetivo promover a logística reversa de embalagens de óleos lubrificantes em oficinas mecânicas, retíficas, torneadoras e auto centers em Ituiutaba – MG, para que as embalagens plásticas de óleos lubrificantes tenham sua destinação adequada evitando males e prejuízos à saúde pública e ao meio ambiente.

Confira as fotos do evento abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

LOGÍSTICA REVERSA E RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA

 Logística Reversa, conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos é o “instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada”, ou seja, os resíduos de produtos colocados no mercado devem voltar aos seus produtores. (Art. 3º Inciso XII – Lei 12.305/2010)

A logística reversa só será viabilizada por meio da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos,  que é o “conjunto de atribuições individualizadas e encadeadas dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, dos consumidores e dos titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, para minimizar o volume de resíduos sólidos e rejeitos gerados, bem como para reduzir os impactos causados à saúde humana e à qualidade ambiental decorrentes do ciclo de vida dos produtos, nos termos desta Lei; (Art. 3° Inciso XVII – Lei 12.305/2010). Isso quer dizer que cada um dentro da cadeia produtiva – produtores/ importadores, distribuidores, comerciantes e consumidores – tem sua responsabilidade para que o resíduo retorne ao produtor.

A logística reversa de embalagens plásticas de óleos lubrificantes é uma realidade desde 2012 quando o Acordo Setorial foi assinado pelo Ministério do Meio Ambiente e os grandes produtores do setor. Desde então o Instituto Jogue Limpo coleta as embalagens plásticas de óleos e as recicla dentro de suas especificidades.

Em Ituiutaba, alguns postos de combustíveis e concessionárias de veículos já são atendidos diretamente e porta a porta pelo Instituto Jogue Limpo. No entanto, as oficinas mecânicas e autocenters não são diretamente atendidos pelo Jogue Limpo, por esse motivo a criação do Ecoponto.

FUNCIONAMENTO DO ECOPONTO DE EMBALAGENS DE ÓLEOS LUBRIFICANTES

funcionamento ecoponto

O funcionamento do ECOPONTO descrito na imagem acima acontece da seguinte maneira: a Prefeitura Municipal cede o espaço, os comerciantes e prestadores de serviço de troca de óleo descartam as embalagens, seguindo uma série de orientações, o Jogue Limpo coleta, destina adequadamente e emite dados à Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, que por sua vez faz o gerenciamento dos dados, controle e monitoramento, divulgação e articulação junto aos distribuidores.

RESÍDUOS PERIGOSOS

Vale a pena ressaltar que as embalagens de óleos são altamente contaminantes e por isso consideradas resíduos perigosos. Por esse motivo é muito importante que todos os responsáveis façam a destinação correta no ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes, situado na Avenida Governador José Magalhães Pinto, em frente à CASEMG.

A iniciativa se dá por meio da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, gestora do ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes, em parceria com a Prefeitura Municipal de Ituiutaba.

Mais informações:

Diretora Executiva Plataforma Ituiutaba Lixo Zero: Alice Drummond: 34. 99690 1979

Coordenadora Ecoponto: Adelanne Borges: 34. 99228 5281

 

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE 05 DE JUNHO

 

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado todo dia 5 de junho de cada ano desde 1972. A data foi instituída durante a Conferência de Estocolmo, que tratou do tema Ambiente. Foi durante esta conferência que foi aprovada também o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.

O objetivo principal da criação desta data é a conscientização da população mundial sobre os temas ambientais, principalmente, a preservação. Desta forma, a ONU procurou ampliar a atuação política e social voltada para os temas ambientais. Era intensão da ONU também, transformar as pessoas em agentes ativos da preservação e valorização do meio ambiente.

Nesta data, ocorrem diversos eventos no mundo todo. Palestras, campanhas educativas, documentários e eventos são realizados, em vários locais, com o propósito de despertar as pessoas para esta importante questão mundial. Em muitos países ocorrem acordos ambientais e definição de políticas voltadas para a proteção do meio ambiente. Esta data é muito importante nas escolas, pois os alunos, em estágio de formação, podem desenvolver uma consciência ambiental que é fundamental para o futuro do planeta.

Esse ano, em 2017, o tema do dia Mundial do Meio Ambiente é #EstouComANatureza e tem por objetivo incentivar nossa conexão com a natureza.

A dica então é se jogar na natureza, andar descalço, sentir o vento, dar um mergulho, observar os pássaros, cada um a sua maneira.

estoucomanatureza-diado meioambiente

Em Ituiutaba a Secretaria de Meio Ambiente preparou uma semana cheia de atividades para que essa conexão seja atingida… blitz educativa, sensibilização quanto a preservação ambiental, distribuição e plantio de mudas, teatro, visitas técnicas na SAE e na Copercicla entre outros cujo encerramento acontecerá no próximo Sábado, dia 10 de junho, num evento na Praça Cônego Ângelo, a partir de 19h.

Aproveite essa semana para se jogar na natureza, para sentir o que há de mais genuíno e do que não podemos viver sem. Curta a natureza como extensão da própria vida e repense seus hábitos, lembrando sempre que “menos é mais” e que todos têm o mesmo direito de um meio ambiente equilibrado.

Separe sempre seus resíduos, destine adequadamente. Cada coisa em seu lugar.

Boas comemorações!

Dia do Meio Ambiente Prefeitura

Fontes:
http://www.suapesquisa.com/datascomemorativas/dia_meio_ambiente.htm
https://www.greenme.com.br/informar-se/ambiente/5462-dia-mundial-do-meio-ambiente-2017

Ituiutaba terá ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes

SELOFINAL

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, juntamente com as Secretarias Municipais de Obras de Meio Ambiente, realiza nesse dia 31 de maio, de 19h às 21h, no Salão de Eventos do Líder Hotel, o evento de lançamento do Ecoponto de Embalagens de Óleos Lubrificantes.

 

O ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes viabilizará a logística reversa das embalagens de óleos lubrificantes no município de Ituiutaba.

 

O objetivo desse evento é reunir as empresas do setor de óleos lubrificantes que estão cadastradas no programa para tirar dúvidas, distribuir os kits de participação e dar as últimas orientações.

 

O evento reunirá os estabelecimentos comerciais que realizam a troca de óleo e que já estão cadastrados no programa, assim como representantes da Prefeitura Municipal de Ituiutaba, Polícia Ambiental, Associações representativas do setor produtivo como também da sociedade civil.

 

A iniciativa se dá por meio da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, gestora do ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes, em parceria com a Prefeitura Municipal de Ituiutaba.

 

A Prefeitura acredita que a participação dos estabelecimentos é fundamental para a nova forma de gerir os resíduos perigosos, classe I, em Ituiutaba.  Conforme o Secretário Municipal de Meio Ambiente Gilson Lucas Lima “a participação de todos os comerciantes dessa área é muito importante, pois, as embalagens de óleos lubrificantes são resíduos perigosos e, portanto, contaminantes, que causam sérios impactos ambientais e de saúde”.

VOCE SABIA final

Já o Secretário Municipal de Obras, Vicente de Paula Fontoura Filho, grande viabilizador dessa iniciativa, ressalta que “a Prefeitura Municipal de Ituiutaba está viabilizando essa iniciativa da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero para que o município consiga avançar na gestão de resíduos sólidos, especialmente aqueles que já são submetidos ao sistema de logística reversa que é o caso das embalagens de óleos lubrificantes”.

ORIENTACOES

O evento acontecerá no dia 31 de maio, de 19h às 21h00, no Salão de Eventos do Líder Hotel e a operação do ECOPONTO de Embalagens de Óleos Lubrificantes, situado em frente à CASEMG, inicia a partir do dia 05 de junho de 2017.

 

Mais informações:

Diretora Executiva Plataforma Ituiutaba Lixo Zero: Alice Drummond: 34. 99690 1979

Coordenadora Ecoponto: Adelanne Borges: 34. 99228 5281

Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero realiza palestra para Secretaria Municipal de Educação de Santa Vitória

Na última quinta-feira, dia 18 de maio, a Plataforma Ituiutaba Lixo Zero realizou uma palestra com perfil de bate papo, para professores, diretores e gestores da Educação pública municipal e estadual de Santa Vitória.

O convite para a realização de uma palestra que trouxesse uma perspectiva prática para a gestão de resíduos sólidos nas escolas municipais e estaduais e creches do município de Santa Vitória partiu da equipe da Secretaria Municipal de Educação capitaneada pela Secretária Municipal Francisca Vânia de Oliveira Silva.

Santa_Vitoria_Luciene assessora pedagógica, Alice, primeira Dama e secretaria de desenvolvimento social Mariza, secretaria de Educação Vania, e prof. Carlene
Luciene assessora pedagógica, Alice da Plataforma Lixo Zero, primeira Dama e Secretária de Desenvolvimento Social Mariza, Secretária de Educação Vânia,  e professora Carlene.

A Plataforma a foi então convidada a apresentar as perspectivas de redução, reutilização, reaproveitamento e reciclagem desses estabelecimentos, além de estratégias de engajamento e mudança de hábitos, para uma plateia de aproximadamente 100 pessoas. Durante uma hora e meia várias dúvidas foram sanadas e muito conhecimento compartilhado. Em tom de bate papo, os participantes fizeram perguntas, observações e apresentaram suas realidades para o grupo, a fim de compartilhar anseios e soluções.

As ações práticas de separação e destinação adequada para a coleta seletiva, propostas por Alice Drummond, diretora executiva da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, acabaram por contagiar respectivamente as diretoras das escolas, o representante dos catadores de recicláveis do município, ali presente, e o prefeito Salim Curi.  Num acordo firmado ali mesmo, comprometeram-se a incentivar a coleta seletiva nas escolas locais por meio do recebimento de recicláveis por parte dos alunos e funcionários.

Prefeito_santa_Vitoria_Salim_Curi

Santa_Vitoria_SecEducacao_Catador_Prefeito
Secretária de Educação Vânia,  Donizete que coleta e vende reciclável, prefeito Salim Curi no ato do acordo de incentivo da coleta seletiva no âmbito escolar.

A escola receberá um incentivo financeiro para tal e o valor arrecadado será revertido para melhoria das estruturas físicas da escola ou a compra de um material excepcional ou o que os alunos e professores decidirem juntos e previamente. A escola que tiver o melhor desempenho ganhará o transporte para uma viagem de final de ano, oferecido pelo gabinete do prefeito Salim Curi.

Santa_Vitoria_CarleneeAliceDrummon

A coleta seletiva em Santa Vitória iniciou-se há aproximadamente um mês e o município ainda dispõe de lixão. Ele faz parte do consórcio intermunicipal para o desenvolvimento sustentável – CIDES da AMVAP, além disso ele está inserido no Consórcio Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e já recebeu o Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, no qual Santa Vitória figura entre Araporã, Canápolis, Centralina, Gurinhatã, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Prata.

A gestão de resíduos sólidos em Santa Vitória promete!

Acompanhe o trabalho da Plataforma. Reduza, Recicle, Composte você também!

https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero/

 

Mulheres em Movimento e Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

Confrarias_MulheresemMovimento

Só para a vida se encher de momentos alegres!
A Confraria do Ar vai se encontrar com a Confraria da Terra e dessa união vai rolar muito kefir. Bolos, coalhada, chas, café, milho inhame, ervas. A Alice Drummond da PLATAFORMA  ITUIUTABA LIXO ZERO vem toda risonha mostrar como se faz compostagem. Eu vou dar aula prática de refresco de kefir. As crianças correndo e subindo nas pirâmides de bambu com a presença do THIAGO CAFFARO que vem direto de Florianópolis para dar um treino daqueles. Tudo junto bem misturado.#integralbambusp #kefirdeagua #reciclagem#lixozero #gentilezaéquaseamor #depoisdos50

Texto: Mulheres em Movimento

Sarau de Quintal – evento limpo com a Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

O Coletivo Sarjeta Cultural promoveu no último sábado, 29 de abril, entre 15h as 21h, em Ituiutaba, o Sarau de Quintal, no MUSAI – Museu Antropológico de Ituiutaba.

O evento reuniu por volta de 400 pessoas no total e apresentou e ofereceu diferentes opções de entretenimento entre elas: oficina de escrita e expressão corporal, palestra, troca de livro, fanzine, brechó, exposição de fotos e desenhos, desenho ao vivo, dança Stiletto, MPB, RAP, Blues, brinquedoteca, comida vegetariana e vegana, Maturesco, pupa-pula e artesanato.

O ingresso foi 1 quilo de alimento não perecível com o propósito de arrecadar alimentos para famílias carentes em Ituiutaba.

saraudequintal_cartaz

A Plataforma no evento

A Plataforma foi convidada a participar do evento e logo se disponibilizou a fazer toda a gestão dos resíduos produzidos.

Ação capitaneada por Ludmylla Arantes, diretora executiva da Plataforma, teve por objetivo, organizar, separar e coletar os resíduos produzidos pelo evento e encaminhar adequadamente os resíduos recicláveis para a Copercicla e demais para aterro sanitário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para saber mais quais resíduos são coletados pela Copercicla acesse: http://www.copercicla.com

Ao todo foram necessários três coletores de bituqueiras e três lixeiras bem visíveis, às quais o público, segundo Ludmylla Arantes, “reagiu muito bem, foi muito educado e utilizou as lixeiras distribuídas no evento”. Ela completa “ o pessoal se comportou tão bem que ao final, se tivemos que recolher três ou quatro latinhas, foi muito”

A Plataforma se fez presente ainda através das presenças do secretário Roberto Alves de Lima, da segunda secretária Laiane Freitas e da segunda tesoureira Mara Rubia Barbosa Drummond.

Feliz de promover um evento limpo em Ituiutaba, a diretora executiva da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, Ludmylla Arantes comemora: “o resultado foi positivíssimo, pois o evento foi capaz de repercutir muito bem a cultura lixo zero em Ituiutaba, dando a certeza de que é possível tocarmos as pessoas com questões que são de interesse comum. Um evento limpo é de interesse de todos, não é? ”

Em breve, aqui, divulgaremos a quantidade de resíduos coletados e destinados para a Copercicla.

 Evento limpo, evento lixo zero é possível, basta você começar!

https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero

lixozeroitba@gmail.com

Compostagem Doméstica: será mesmo possível?

*Alice Drummond

Você sabia que cerca de 50% dos resíduos gerados em nossas casas é feito de resíduos orgânicos, dentre eles: cascas cruas de frutas, verduras e legumes, cascas de ovos, borra de café e grãos e sementes?

E que são esses os ingredientes perfeitos para a produção de um belo composto orgânico, mais conhecido como adubo, que pode servir de fertilizantes para a horta e plantas em geral?

Pois sim, os benefícios da prática da compostagem são enormes:

  1. Reduz a quantidade de resíduos enviados para aterro sanitário gerando economia aos cofres públicos, que pagam pelo peso coletado e ainda minimizam os impactos negativos sobre o meio ambiente;
  2. Reintroduz matéria rica em fertilizantes para o solo, adubando as plantas.
compostagemReginaMoura
Composto para ser presenteado (Foto1: Regina Moura)

Mas será mesmo possível fazer compostagem doméstica?

A Plataforma Ituiutaba Lixo Zero garante que sim e, nesse sentido, promove oficinas de produção de composteira e de compostagem, e atende grupo de pessoas interessadas em aprender a técnica, que é, por sinal, muito simples.

Para comprovar isso, apresentamos os resultados trazidos pela associada da PILZ – Plataforma Ituiutaba Lixo Zero, Regina Moura, fisioterapeuta e Ituiutabana, que em dezembro de 2016 solicitou uma oficina de compostagem em sua casa.

Na ocasião passamos por três etapas:

  1. Definição do local: no caso dela o local definido foi um espaço de terra, direto no solo que recebe um pouco de sol e sombra. Em tempos de seca ela vai precisar aguar em alguns dias da semana.
  2. Demonstração da mistura NITROGÊNCIO / CARBONO: Nitrogênio são os resíduos orgânicos: cascas cruas de frutas, verduras, legumes, cascas de ovos, borra de café e grãos e sementes e, o carbono é a Serragem, nem muito grossa, nem muito fina.

A proporção é 1 para 2 – 1 nitrogênio para 2 carbonos.

Para cada porção de nitrogênio, ou seja, de resíduos, duas porções de carbono, ou seja, de serragem devem ser adicionadas.

Os resíduos devem ser misturados com uma porção de serragem e disposta no solo, na sequencia esse montinho deve ser coberto com a segunda porção de serragem para que se evite a proliferação do cheiro, mantendo assim todos os animais indesejados longe da compostagem.

3. E disposição no solo: Simples, limpo, seco e vivo!

Resultados práticos: Sim, é possível fazer compostagem doméstica

Três meses depois recebemos a seguinte mensagem da Regina Moura, associada da PILZ:

“Olha que maravilha: só hoje resolvi colher os frutos…. Estou impressionada! Sumiram TODOS os resíduos que se reverteram em uma “terra” pura, sem cheiro! Achei um pouco grossa, pois assisti a uma palestra e ganhei uma amostra: era mais fina a textura. Mas a minha está linda! ” (Depois soube que ela pode ser peneirada, mas preferi manter dessa forma).

“Estou achando o máximo! Quando vejo a lixeira quase vazia… é perfeito! Resolvi presentear e preparei essas embalagens para motivar familiares e amigos a fazerem o mesmo. Estou orgulhosa: ficou bonitinho e as pessoas que eu presentei amaram, disseram que vão colocar nos vasos e em jardins. ”

E ela ainda fecha sua fala dizendo que: “ Nesta quarta-feira irei à casa de uma amiga mostrar como fazer!!! Vamos multiplicando a ideia…”

compostagemReginaMoura2
O composto finalizado (Foto 2: Regina Moura)
compostagemReginaMoura3
Reduza o “lixo”. Faça compostagem! (Foto 3 – Regina Moura)

Taí, não temos dúvidas de que é possível fazer a compostagem doméstica, diminuir a quantidade de resíduos enviada a aterro sanitário, poupar os cofres públicos, diminuir o impacto nos solos e agua e ainda por cima participar de um movimento de enriquecimento dos solos, reintroduzindo fertilizante natural feito em casa e que pode ser presenteado às pessoas queridas.

E você? Já tentou ou quer começar?

Você já tentou fazer compostagem em casa? Teve resultados positivos ou algum problema? Quer continuar a tentar e aprender de uma vez por todas?

Conte conosco: forme um grupo de 10 a 20 pessoas e entre em contato conosco. lixozeroitba@gmail.com / 34. 99690 1979 e acesse nossas redes: https://plataformaituiutabalixozero.wordpress.com/

Facebook: https://www.facebook.com/plataformaituiutabalixozero/?ref=settings

Basta você começar!

* Alice Drummond – mestre em governança de resíduos sólidos pela Sorbonne Paris 3, consultora em gestão de resíduos sólidos pela Resíduo de Valor e diretora executiva da Associação Plataforma Ituiutaba Lixo Zero

CIDADES SUSTENTÁVEIS- Parte II

cidadesustentavelsymbiocity

Sérgio Jerônimo de Andrade*

 

Cidades sustentáveis, suas características e quais medidas elas adotam para ter esse título

 

As cidades sustentáveis tomam medidas para evitar:  a utilização inadequada dos imóveis urbanos; a edificação ou o uso excessivo ou inadequado em relação à infraestrutura urbana; a deterioração das áreas urbanizadas e a poluição e a degradação ambiental.

Outra preocupação das cidades sustentáveis é fazer com que a população:  faça um uso eficiente e sem desperdícios de água, energia, e sempre usando materiais renováveis; crie espaços multiuso para evitar desperdícios, colocando tudo num mesmo bairro e incentivando o transporte alternativo, para diminuir a poluição do planeta e melhorar o ecossistema mundial.

Características das cidades Sustentáveis:

 Áreas verdes por toda a cidade, para que não existam as poluições visual e do ar; área de produção agrícola, para que os alimentos não percorram grandes distâncias até chegar à população da cidade, evitando assim a utilização de meios de transporte (poluidores); utilização de energia através do gás metano, gerado com o tratamento de rede de esgoto e lixo, o que colabora com a diminuição do lixo e com a conservação da água; sistemas de reaproveitamento da água da chuva, para preservar a água potável; meios de transporte públicos (que utilizem o biodiesel) gratuitos para evitar a locomoção de automóveis individuais; prédios de no máximo quatro andares para que não exista a necessidade de elevadores; construções feitas a partir de materiais verdes e de localidade próxima, para não prejudicar o meio ambiente, além de serem feitas sob projetos sustentáveis, com alternativas de reaproveitamento de água e captação de luz solar ou eólica; sistema de coleta e reciclagem e reaproveitamento de todo o lixo produzido para que não haja poluição; sistema de escoamento e tratamento de água para evitar enchentes e reabastecer os rios; preservação das matas ciliares para que não haja assoreamento e poluição das águas.

 

Exemplos de cidades com práticas sustentáveis no Brasil: João Pessoa-PB, destaque na proteção de áreas ambientais; Extrema-MG, preservação de áreas protegidas e conservação das águas; Curitiba-PR, planejamento urbano voltado para a sustentabilidade; Paragominas-PA, combate ao desmatamento; Santana de Parnaíba-SP, cooperativa de catadores; Londrina-PR, eficiente programa de coleta seletiva do lixo.

Exemplos de cidades com práticas sustentáveis no mundo: Barcelona (Espanha) – mobilidade urbana e grande uso de energia solar; Copenhague (Dinamarca) – excelente na infraestrutura para o uso de bicicletas; Freiburg (Alemanha) –  programas eficientes voltados para o uso racional de veículos automotores; Amsterdã (Holanda) – mobilidade urbana; Viena (Áustria) – prioridade para a compra de produtos ecológicos por parte da prefeitura; Zaragoza (Espanha) – sistema eficiente voltado para a economia de água; Thisted (Dinamarca) – 100% de uso de energia sustentável.

Diante desse quadro verifica-se que há urgência em que se inicie um processo de discussão e reflexão mais amplo sobre a sustentabilidade, com uma maior participação das pessoas, através dos diversos setores de representação, fazendo com que o poder público e a sociedade busquem soluções mais efetivas na solução de seus problemas visando uma melhor construção da qualidade de vida nas cidades.

 

Sérgio Jerônimo de Andrade: Engenheiro Agrícola e Advogado. Doutor em Agronomia, Professor da UEMG e Presidente da Plataforma Ituiutaba Lixo Zero.

 

 

 

Ambiente colaborativo para a busca de soluções para a Gestão Integrada de Resíduos Sólidos em Ituiutaba